Conheça “Darkly Dreaming Dexter”, o livro que deu origem a série Dexter!

Conheça “Darkly Dreaming Dexter”, o livro que deu origem a série Dexter!

Conheça “Darkly Dreaming Dexter”, o livro que deu origem a série Dexter!

oi 2

Já ouviu falar em Darkly Dreaming Dexter? E apenas Dexter? E não o cientista e personagem animado do CartoonNetwork, mas sim, o serial killer mais famoso da televisão atual. Escrito por Jeffry P. Freundlich, mas assinado como Jeff Lindsay, o livro Darkly Dreaming Dexter deu origem a conhecida série televisiva denominada Dexter, que entrou no ar em 2006 no canal Showtime.

O livro, que foi considerado um sucesso, deu origem a mais seis volumes, se tornando uma das séries de mistério mais bem vendidas dos últimos anos. Todavia, poucas pessoas sabem que na verdade, apenas seu primeiro volume foi utilizado como base para a criação da primeira temporada da adaptação televisiva. Enquanto a série televisiva optou por uma história mais perto da realidade, focando mais na vida pessoal de Dexter, os livros trazem um tom mais obscuro e sobrenatural, mostrando bem a relação entre o personagem e seu “Passageiro Sombrio”, uma entidade que o acompanha e influencia suas ações.

Como na série, o romance é protagonizado por Dexter Morgan, um homem que trabalha para a Divisão de Homicídios do Departamento de Polícia de Miami-Dade como analista forense de manchas de sangue. No entanto, esta trama está longe das velhas historinhas de mistérios e desvendamento de crimes. Em seu tempo livre, Dexter é um serial killer que mata assassinos, estupradores e outros que ficaram impunes.

large (11)

Como dito anteriormente, os assassinatos de Dexter são dirigidos por uma voz interior que ele se refere como o “Passageiro das Trevas”, que estimula Dexter a cometer os homicídios regularmente. Quando ele mata, a voz desaparece por um tempo, mas sempre acaba voltando.

Durante a trama, vemos através de “Flashbacks” que seu pai adotivo Harry, um detetive policial chamado Harry Morgan, reconheceu desde o início que Dexter era um sociopata violento com uma necessidade inata de matar. Com isso, ensinou ao filho adotivo a matar as pessoas que ficavam impunes à lei, como forma de canalizar sua vontade de matar em uma direção “positiva”. Harry também ensinou ao menino a ser um assassino cuidadoso e meticuloso, para não deixar rastros, e ter certeza absoluta de que suas vítimas eram culpadas antes de matá-las. Dexter chama essas regras como “O Código de Harry”.

Uma curiosidade do livro é o fato de que, a princípio, a história se chamaria “Pinocchio Bleeds” (“O Pinóquio Sangra”), sugerido pela filha do autor. Entretanto, seu editor discordou. O livro também foi indicado ao Edgar Award, de Mystery Writers of America na categoria Melhor Romance de Estreia. No entanto, seu nome foi retirado da lista após o grupo saber que Lindsay tinha lançado vários livros na década de 1990 com outro nome, Jeffrey P. Lindsay – injustiças.

E17TVa

Em 2013, com 1,7 milhões de cópias vendidas de livros de “Dexter” e cada vez mais aclamado pela crítica, Jeff Lindsay lançou o 7º volume da série, intitulando-o de “Dexter’s Final Cut”. No mesmo ano, a série chegou ao seu fim, com um total de 8 temporadas. No entanto, há rumores de que os telespectadores ainda poderão, num futuro não tão distante, rever o amado e inovador personagem.

Por: Yasmin Marie

Deixe o seu cometário