Livro ‘Marina’ de Carlos Ruiz Zafón, conheça essa história fascinante!

Livro ‘Marina’ de Carlos Ruiz Zafón, conheça essa história fascinante!

Livro ‘Marina’ de Carlos Ruiz Zafón, conheça essa história fascinante!

“Todos temos um segredo trancado a sete chaves no sótão da alma. Este é o meu.”

O livro conta a história de Óscar Drai de 15 anos um estudante de um internato localizado em Barcelona, no final da década de 1970. Como tudo menino dessa idade, Óscar era curioso e sempre procurando por aventura na sombria Barcelona, e ali driblava toda a segurança do internato e ia para as ruas de Barcelona e sonhava ao ver aqueles edifícios. Em uma dessas aventuras atraído pelos sons, entra em uma galeria envidraçada, depara com um gato e uma voz feminina, era uma corneta dourada com um gramofone, e ali ele fica encantado, encontra um relógio de bolso, até levantar uma silhueta e ali ele se desespera e corre pelas ruas sombrias, e somente quando cai a noite ele percebe o relógio ainda em sua mão. Não demorou para a consciência começar a pesar , e então volta para o local para devolver o relógio e então conhece Marina, uma garotinha, mais ou menos da sua idade e logo ela percebe que ele era o menino do relógio, mas ela não aceita o relógio, pois o mesmo é do pai. Ao longo do tempo os dois se tornam amigos e vão se conhecendo, e percebem que são loucos por novas descobertas e aventuras, ela então o leva ao cemitério e ela mostra a dama de preto que gosta de observar, que sempre vai ao mesmo túmulo sem identificação a não ser por um simples símbolo: a borboleta preta. Então eles começam a descobrir varias coisas, entre ela uma Barcelona rica, e que agora só se esconde a mentira, inveja, a intriga e os crimes. Livro rápido de ser lido, com muito mistério e super sombrio, bem ao estilo de Carlos Ruiz Zafón, ‘Marina’ é um livro juvenil, mas com uma leitura bem fluida.

“Naquela noite, Mijail disse que a vida concede a cada um de nós apenas alguns raros momentos de pura felicidade. Às vezes são apenas dias ou semanas. Às vezes anos. Tudo depende da sorte de cada um. A lembrança desses momentos nos acompanha para sempre e se transforma num país da memória ao qual tentamos regressar pelo resto de nossas vidas, sem conseguir. Para mim, tais instantes estão enterrados para sempre naquela primeira noite, passeando pela cidade.”

 

Confira a Sinopse e capa do livro:

 

 

marina

Antes de lançar o best-seller mundial que o consagrou, Carlos Ruiz Zafón escreveu alguns livros voltados para o público infantojuvenil no início de sua carreira. Marina é a última obra desta fase e já apresenta alguns traços estilísticos presentes no maior sucesso literário de Zafón, A Sombra do Vento, que teve mais de 10 milhões de livros vendidos.
‘De todos os livros que publiquei desde que comecei neste trabalho de escritor, ali por volta de 1992, Marina é um dos meus favoritos”, afirma Zafón. “É possivelmente o mais indefinível e difícil de categorizar de todos os romances que escrevi, e talvez o mais pessoal de todos eles.’
Neste livro, Zafón constrói um suspense envolvente em que Barcelona é a cidade- personagem, por onde o estudante de internato Óscar Drai, de 15 anos, passa todo o seu tempo livre, andando pelas ruas e se encantando com a arquitetura de seus casarões.
É um desses antigos casarões aparentemente abandonados que chama a atenção de Óscar, que logo se aventura a entrar na casa. Lá dentro, o jovem se encanta com o som de uma belíssima voz e por um relógio de bolso quebrado e muito antigo. Mas ele se assusta com uma inesperada presença na sala de estar e foge, assustado, levando o relógio. Dias depois, ao retornar à casa para devolver o objeto roubado, conhece Marina, a jovem de olhos cinzentos que o leva a um cemitério, onde uma mulher coberta por um manto negro visita uma sepultura sem nome, sempre à mesma data, à mesma hora.

Mais sobre o livro: Aqui.

Os dois passam então a tentar desvendar o mistério que ronda a mulher do cemitério, passando por palacetes e estufas abandonadas, lutando contra manequins vivos e se defrontando com o mesmo símbolo – uma mariposa negra – diversas vezes, nas mais aventurosas situações por entre os cantos remotos de Barcelona. Tudo isso pelos olhos de Óscar, o menino solitário que se apaixona por Marina e tudo o que a envolve, passando a conviver dia e noite com a falta de eletricidade do casarão, o amigável e doente pai da garota, Germán, o gato Kafka, e a coleção de pinturas espectrais da sala de retratos. Em Marina, o leitor é tragado para dentro de uma investigação cheia de mistérios, conhecendo a cada capítulo, novas pistas e personagens de uma intrincada história sobre um imigrante de Praga que fez fama e fortuna em Barcelona e teve com sua bela esposa um fim trágico. Ou pelo menos é o que todos imaginam que tenha acontecido, a não ser por Óscar e Marina, que vão correr em busca da verdade – antes de saber que é ela que vai ao encontro deles, como declara um dos complexos personagens do livro.

 

Sobre o autor:

 

 

600full-carlos-ruiz-zafon

O autor Carlos Ruiz Zafón

Carlos Ruiz Zafón nasceu em 25 de setembro de 1964, em Barcelona, Espanha. A cidade é o cenário de seus romances ‘A Sombra do Vento’ e ‘O Jogo do Anjo’. Vive desde 1993, em Los Angeles onde trabalha como roteirista. Nos anos 1990, escreveu  ‘O Príncipe da Névoa’ (1993), ‘O Palácio da Meia-Noite’ (1994) e ‘As Luzes de Setembro’ (1995), e também ‘Marina’ (1999). Lançado originalmente em 2001, ‘A Sombra do Vento’ vendeu mais de dez milhões de exemplares em todo o mundo. Seus livros mais recentes publicados pela Editora Suma de Letras são: ‘Marina’ (2011) e ‘O Prisioneiro do Céu’ (2012).

Por Keidma
Edição ~M.

Deixe o seu cometário