Blog : Experiência de Leitor

Conheça o livro ‘Como se Fosse Magia’ de Bianca Briones!

Conheça o livro ‘Como se Fosse Magia’ de Bianca Briones!

Eva é uma escritora que vive sozinha com seus gatos, não tem família, mas tem um grande amigo que também é seu empresário e que acredita na capacidade dela conseguir terminar o ultimo livro. Andando na rua um dia desses, ela presencia um assalto, e acaba vendo um rapaz caindo no chão e sua bolsa sendo levada pelo assaltante, ela fica meio sem reação, pega o celular para ligar para policia e ele simplesmente apaga novamente, e não tem ninguém para ajudar, e nesse momento aparece uma personagem, insistindo para ela ir até o rapaz e ajuda-lo, e assim Eva se aproxima, mesmo com o perigo do assaltante voltar, e quando ela olha o rapaz
caído no chão, perde o fôlego e lembra que ele é idêntico ao mocinho do seu livro, Enzo, e sua vida irá mudar completamente a partir desse choque. Eva continua congelada, perde o chão, e o rapaz acorda e pergunta onde ele está, e ela explica que ele foi assaltado e que caiu e bateu a cabeça, então ela pergunta: é você mesmo Enzo? Eva decide reler os livros, para ver se consegue se reconectar aos seus personagens e conseguir dar um final para história de Enzo.

A partir desse momento, tudo fica mais complicado, pois o ladrão levou a bolsa com os documentos do Rapaz e ele bateu a cabeça e esta com amnésia, e simplesmente não lembra quem é, e quando Eva diz que ele é Enzo, e que ela o conhece dos livros dela, logo ele acha que ela é louca e pede para ela se afastar dele.
Ela começa então a pensar como isso é possível, como poderia existir um cara estranho idêntico ao Enzo? Será que ela esta ficando louca? Indagado sobre isso, seu melhor amigo logo esclarece para ela, que todos esses acontecimentos só podem ser Magia. Enzo logo pede para chamar Eva e pede seus livros para ele ler, e ver se
recorda de algo, e essa trama vai se desenvolvendo de forma instigante e muito mágica, e vamos entrando na historia e ficando a cada pagina mais e mais encantado.
Os personagens são extremamente amáveis, Eva é bem engraçada, e muito carinhosa, Enzo é lindo e apesar da confusão consegue ser encantador, Thiago é um amigo excelente e apesar de cuidar da vida literária da amiga também se preocupa com o bem estar dela, e não suporta ver ela triste ou chateada por algo. A narrativa é em primeira pessoa, intercalando entre capítulos, e prende o leitor da primeira pagina à última.

Confira a sinopse e capa do livro:

bianca2

“Eva nasceu com o dom de passar todos os seus sentimentos para o papel, e com isso conquistou milhares de leitores pelo mundo. Agora, ela precisa escrever o último livro da sua série de fantasia, mas está com bloqueio criativo há um ano e não sabe o que fazer. Enquanto tenta se reconectar a seus personagens, a vida coloca em seu caminho um homem idêntico a um dos seus protagonistas. O problema é que o desconhecido surge sem nenhuma lembrança de quem ele é. Enzo está muito confuso. A princípio, ele duvida da conversa maluca de Eva. Mas mesmo com dificuldade em acreditar, ele não pode negar que se sente extremamente ligado a ela. Envolvidos por esse curioso e estranho mistério, Eva e Enzo estão prestes a descobrir que, às vezes, para que duas pessoas se encontrem, mundos inteiros são capazes de colidir.”

A autora:

bianca1

A autora Bianca Briones

Bianca Briones cria histórias desde antes de saber escrever. Foi uma menina sonhadora e manteve essa qualidade, o que a faz se perder em pensamentos com frequência. O romantismo explodiu em sua vida na adolescência, quando decidiu que seus filhos teriam nome de heróis. E tiveram — Athos e Arthur são dois garotos encantadores que a salvam todos os dias. Desde 2010, Bianca tem como prioridade a escrita e está sempre trabalhando em um novo projeto, enquanto outros personagens esperam pacientemente (ou nem tanto) que ela também escreva suas histórias. É autora da série Batidas Perdidas, de “As Fases da Lua” e de “Como se fosse magia”. Atualmente está trabalhando em um novo projeto, enquanto outros personagens esperam pacientemente (nem tanto) que ela também escreva suas histórias. Nas horas vagas, está sempre acompanhada de um bom livro, seus filhos Athos e Arthur; Max, o Husky Siberiano, e seus dois coelhinhos, Morgana e Lancelot.

O livro foi lançado pela Editora Gutenberg e vale a pena ler!
Por Keidma F.

A Menina da Neve: Conheça a história incrível do livro de Eowyn Ivey!

A Menina da Neve: Conheça a história incrível do livro de Eowyn Ivey!

Quando um livro te escolhe…

Tenho um gosto um tanto quanto peculiar de passear por livrarias todas às vezes que vou ao shopping e por obra do destino, tenho um ótimo acompanhante que incrivelmente tem essa mesma mania… Em uma dessas andanças, nos deparamos com um livro que parecia magicamente, nos chamar. Costumo ter uma concepção
de que os livros nos escolhem e dessa vez não foi diferente. Parecia arriscado confiar em um livro pela capa, no entanto, lendo a sinopse me vi bastante animada em
desvendar os mistérios que pareciam escondidos através daquelas páginas. O risco – quase sempre – vale a pena.
Sou carioca e apesar de suportar esse calor tropical, minha alma pertence à lugares frios e incrivelmente a história se passa no inverno rigoroso do Alasca, deixando ainda mais interessante a trama. A autora Eowyn Ivey mostrou, de fato, o porquê de ter sido finalista do prêmio Pultizer com seu enredo surpreendente e apaixonante.
“A Menina da Neve” conta a história de Mabel e Jack, um casal necessitado não só financeiramente como emocionalmente, que em suas solidões, desfrutam de momentos literalmente frios. Isso se deve ao fato de quando jovem, Mabel perder um filho e desde então, não conseguir gerar nada mais em seu ventre. O trauma vivido pelo casal há bastante tempo, nunca fora superado e sempre foi um penhasco entre a relação dos dois. Repentinamente, decidem juntos, fazer um boneco de neve em uma noite solitária e o que parecia simples, tornou-se denso no dia seguinte, quando as roupas que haviam colocado no boneco sumira, juntamente com todos os rastros feitos na noite anterior. O sumiço do até então boneco, trouxe à vida deles, uma menina e é aí que a magia do livro começa a ser revelada.
Havia um tempo que não lia nada tão cativante e ao mesmo tempo denso, quanto “A menina da Neve” e posso afirmar com toda certeza de que este é um livro diferente de tudo que já havia lido.

Confira a sinopse e capa do livro:

neve11

Do original ‘The Snow Child’ –
“Alasca, 1920: Um lugar especialmente difícil para os recém-chegados Jack e Mabel. Sem filhos, eles estão se afastando um do outro cada vez mais ele, no duro trabalho da fazenda, ela, se perdendo na solidão e no desespero. Em um dos raros momentos juntos durante a primeira nevasca da temporada, eles fazem uma criança de neve. Na manhã seguinte, ela simplesmente desaparece.
Jack e Mabel avistam uma menina loira correndo por entre as árvores, mas a criança não é comum. Ela caça com uma raposa- vermelha ao lado e, de alguma forma, consegue sobreviver sozinha no rigoroso inverno do Alasca.
Enquanto o casal se esforça para entendê-la uma criança que poderia ter saído das páginas de um conto de fadas , eles começam a amá-la como se ela fosse filha deles. No entanto, nesse lugar bonito e sombrio, as coisas raramente são como aparentam ser, e o que aprendem sobre essa misteriosa menina vai transformar a vida de todos eles.”

Trata-se não só de um drama com um toque de conto de fadas, inspirado em um conto Russo pouco conhecido, como também um convite à reflexão sobre nossa forma de enfrentar as tempestades de nossa vida, através de uma forma singela… Se você está procurando por uma história diferente e encontra-se disponível à entregar-se na densidade do universo que “A Menina da Neve vai te entregar, acredite: Esse livro te escolheu!

Por Rafaella Salles

Edição Eliz Assumpção

~M

“AS LETRAS DO AMOR” – Confira a história do livro Young adult de Paula Ottoni!

“AS LETRAS DO AMOR” – Confira a história do livro Young adult de Paula Ottoni!

As Letras do Amor conta a história de Bianca, jovem que vive os conflitos da juventude moderna ao entrar na “vida adulta”. Infeliz com a faculdade que escolheu (e trancou), Bianca tem dúvidas sobre o que vai fazer na vida. Reside com os pais, que estão quase se separando e com os irmãos pequenos, que adoram uma bagunça. As percepções e as responsabilidades a desanimam. Miguel, seu namorado, decide viajar para Roma para abrir uma filial da empresa do pai e Bianca vê nisso uma oportunidade de mudar o rumo de sua vida. Ambos ficarão hospedados na casa de Enzo, melhor amigo de Miguel, que reside na Itália.
Assim, mesmo com a inicial discordância de seus pais, Bianca decide acompanhar Miguel com a finalidade de estudar a língua e arrumar um emprego durante os seis meses fora do Brasil, para decidir o que fazer no futuro.
Em Roma, Bianca passa por algumas dificuldades: o namorado, sempre ocupado, fica cada vez mais distante; ela não consegue se manter nos empregos que arruma e a proximidade com Enzo a deixa cada vez mais confusa com relação aos seus sentimentos. A partir daí muitas coisas acontecem.
O maior atrativo da história é, sem dúvidas, a ambientação: a autora te leva a uma viagem encantadora pelos pontos turísticos da Itália e pela sua cultura. A narrativa descritiva não deixa a desejar, o que é esperado vindo da autora que tem cidadania italiana e já residiu no país.
Além disso, a trilha sonora do romance é envolvente e aproxima o leitor à vida de Bianca.

 

A Capa e  sinopse:

letra1

“Bianca acabou de largar um curso de graduação de que não gostava, seus pais vão se divorciar e seus irmãos pequenos estão cada dia mais barulhentos. A oportunidade perfeita de escapar surge quando seu namorado, Miguel, resolve ir a Roma abrir uma empresa para o pai. Bianca decide que aprender italiano, arrumar um trabalho temporário e ajudar Miguel em seu negócio será um bom começo. O que parecia um sonho, porém, torna-se uma incerteza ainda maior quando Miguel fica sempre fora de casa, os empregos de Bianca não duram mais que uma semana, e, cada dia mais próxima de Enzo – o melhor amigo de Miguel, com quem moram –, ela começa a questionar seus sentimentos. Perdida em conflitos amorosos e angustiada por não saber o que será de sua vida ao fim daqueles seis meses, Bianca passa por uma série de situações de crescimento pessoal que vão testá-la e ajudá-la a descobrir o que fazer com o futuro, que vem chegando depressa demais. “

A autora:

letra2

Paula Ottoni nasceu em 1992, e é formada em Design pela Universidade de Brasília (UnB). Assim como Bianca, a protagonista de “As Letras do Amor”, também é cidadã italiana. Paula ama viajar e já morou na Itália, nos Estados Unidos e na Dinamarca. Veneza é seu lugar favorito no mundo. Leitora voraz, começou a escrever cedo. Aos treze anos terminou seu primeiro livro (nunca lido ou publicado) e reescrevê-lo está em seus planos. Em junho de 2010 teve um de seus contos (“Projeto do Amor”) publicado na revista Capricho e lido por Meg Cabot, por vencer um concurso de ficção promovido pela revista. Em 2011 e 2012 lançou dois livros independentes: “Uma Princesa em Meu Lugar” e “A Destinada”. Além de escrever, Paula também adora desenhar.

Nota da Colaboradora:

Em minha opinião, o ponto central da história não está no triângulo amoroso, como o livro tenta direcionar, mas sim na protagonista, pois todos os conflitos estão ligados a ela. A personagem Bianca faz o leitor jovem se identificar com essas incertezas que lhe afligem nesse momento da vida: a escolha da profissão que “precisa te dar uma segurança e ao mesmo tempo te deixar feliz no futuro”; o valor de uma amizade; fidelidade; o que esperar num relacionamento amoroso; o momento de “se desprender da família e andar com as próprias pernas”, etc. Assim, o cerne do romance aponta para essa fase de amadurecimento de Bianca, com o autoconhecimento e tomada de decisões.

Por Doralice Santana

Confira a lista de leitura do Presidente Barack Obama!

Confira a lista de leitura do Presidente Barack Obama!

   Não há como negar, quando assunto é ser um presidente “moderninho”, o Barack Obama sai na frente!

obama

Além de poder curtir a playlist presidencial do verão no link:

https://play.spotify.com/user/thewhitehouse/playlist/4RGLH5YuS6ldp7aCKaTWas?play=true&utm_source=open.spotify.com&utm_medium=open,

os fãs do presidente agora também poderão curtir a lista de livros que Obama selecionou para suas férias. Mas não cochile nem por um segundo, senão…!

obama-catching-a-kid-sleeping

Divulgada em meados de agosto, as livrarias aqui no Brasil não deixaram a oportunidade passar e estão divulgando em peso as escolhas de Obama nesse mês de setembro, colocando em destaque o livro da autora Helen Macdonald – F de Falcão. A seleção completa conta com cinco obras, destacando romances best-sellers memoriais e um vencedor do Pulitzer.

Confira a lista abaixo:

“Barbarian Days: A Surfing Life”

obama1

Com o estilo memorial, o livro trata de relatos do escritor William Finnegan e sua paixão pelo surfe e suas experiências sobre o esporte.

“The Underground Railroad”

obama2

Escrito por Colson Whitehead, a história baseia-se em Cora, uma escrava em uma plantação de algodão nos Estados Unidos, e da sua fuga, onde ela passa a encontrar vários universos e personagens diferentes.

“F De Falcão”

obama3

Outro livro de memórias, F de Falcão, da autora Helen Macdonald, conta como foi treinar um filhote de gavião. A obra aponta como a ave ajudou a escritora a superar a morte súbita e inesperada do seu pai, o famoso fotojornalista Alisdair Macdonald.

“A Garota no Trem”

obama4

De Paula Hawkings, o livro conta como a personagem Rachel se vê fisicamente e emocionalmente envolvida em uma investigação de assassinato por causa das coisas que viu durante sua viagem diária de trem.

“Seveneves”

obama5

De ficção- científica e publicado em 2015, o autor Neal Stephenson aborda os esforços que são feitos para salvar a espécie humana após uma série de eventos apocalípticos, como a desintegração da Lua.

E nós aprovamos e recomendamos o livros da lista!

Por Yasmin Marie

Edição ~M

Conheça a ‘beleza’ da Literatura Marginal em 5 obras!

Conheça a ‘beleza’ da Literatura Marginal em 5 obras!

No dicionário, marginal é aquilo que está às margens de alguma coisa. Certamente, hoje em dia, esse conceito assusta ou até mesmo gera certo distanciamento por conta da pejoratividade da palavra. No entanto, conhecer e apreciar esse gênero textual, é de suma importância para o enriquecimento cultural. Afinal, a periferia também faz parte da sociedade. As obras marginais surgiram no Brasil em 1970, quando moradores de periferias das grandes metrópoles, começaram a escrever e relatar o dia a dia da favela, ganhando espaço no meio literário que, até então, era dominado pela elite brasileira. Em uma sociedade, que não permitia que, outras classes além da elite tivessem voz ativa, os poetas do meio marginal encontraram um modo de propagar a cultura de massa, a fim de exigir reconhecimento e o fim da cultura de hierarquização das raças. Com uma linguagem que rejeita todo academicismo, a coloquialidade, apela para o uso forte de imagens ilustrativas, bem como para a utilização de gírias destoantes da norma culta. Os problemas sociais, a violência urbana, a falta de emprego, o descaso público e muitos outros temas pouco abordados para a sociedade, são os principais assuntos dos livros marginais. Está a fim de conhecer um pouco mais da beleza por trás de toda excludência que esse tipo de literatura possui? Aqui segue uma lista dos meus livros favoritos. Espero que você também se encante e conheça a realidade de pessoas tão iguais a nós.

Conheça um pouco dessas obras:

1 – Quarto de despejo: Diário de uma favelada

marginal7

Sinopse:

“O duro cotidiano dos favelados ganha uma dimensão universal no diário de uma catadora de lixo. Com linguagem simples, ela conta o que viveu, sem artifícios ou fantasias. Do Diário da catadora de papel Carolina Maria de Jesus surgiu este autêntico exemplo de literatura- verdade, que relata o cotidiano triste e cruel da vida na favela. Com uma linguagem simples, mas contundente e original, a autora comove o leitor pelo realismo e pela sensibilidade na maneira de contar o que viu, viveu e sentiu durante os anos em que morou na comunidade do Canindé, em São Paulo, com seus três filhos.  Ao ler este relato – verdadeiro best-seller no Brasil e no exterior- você vai acompanhar o duro dia a dia de quem não tem amanhã. E vai perceber que, mesmo tendo sido escrito na década de 1950, este livro jamais perdeu sua atualidade. Quarto de Despejo é um diário. Escrito dia a dia. Caderno e mais caderno cheios pela letra de uma mulher. Recheados do cotidiano autêntico, vivido. A luta pela sobrevivência como ela é, em todos os “quartos de despejo” do mundo, à margem das grandes cidades. Quarto de Despejo é mais que isso. É reportagem, é romance, é história de um grupo humano em certa época do mundo. É a voz do povo, patética, lírica, sentimental, forte e inesquecível. O duro cotidiano dos favelados ganha uma dimensão universal, na linguagem simples do diário de uma catadora de lixo.”

2 – Os Ricos Também Morrem

marginal6

Sinopse:

“A linguagem ágil, próxima a do rap, transforma-se em literatura. Os “causos” urbanos do cotidiano rude das cidades compõem em ‘Os Ricos Também Morrem’ um mosaico do Brasil real. Para os fãs da verve ácida, direta e reta desse autor reconhecido em todo o mundo, este livro dá o recado: as injustiças e a desesperança moram ao lado e não do outro lado do Atlântico. Bolonha, Mauro Mauricio, Nêgo Jaime, Júnior, dona Néia e Sebastião são heróis e anti-heróis que Ferréz criou para histórias curtas que apresentou em palestras e saraus realizados nas periferias brasileiras e também em grandes festivais literários no Brasil e no Exterior. Neste livro, o escritor mais emblemático da chamada literatura marginal transforma essas breves histórias em contos. A linguagem ágil, próxima à do rap, transforma-se em literatura. Os “causos” urbanos do cotidiano rude das cidades compõem em Os Ricos Também Morrem um mosaico do Brasil real.”

 

 

3 – O Colecionador de Pedras

 

 

marginal5

“No meio de uma terra devastada pela canalhice plantada a tantos anos, alguém quer semear a poesia e certamente colherá incompreensão. Os pensamentos vadios do poeta se disseminam quando vê que subindo a ladeira mora a noite, e na margem do vento numa rua de terra ele lê a poesia dos deuses inferiores. Se outros poetas pedem silêncio, ele pede mais barulho. Se outros escritores pedem paz, ele quer guerra. Sérgio Vaz é poeta, e, como poeta, sabe ser simples. Como simples, sabe tecer o coletivo. Como coletivo, sabe ser nós. E como nós, faz-nos grandes ao seu lado.
‘No meio de uma terra devastada pela canalhice plantada a tantos anos, alguém quer semear a poesia e certamente colherá incompreensão. Os pensamentos vadios do poeta se disseminam quando vê que subindo a ladeira mora a noite, e na margem do vento numa rua de terra ele lê a poesia dos deuses inferiores. Se outros poetas pedem silêncio, ele pede mais barulho.
Se outros escritores pedem paz, ele quer guerra’. Se você, leitor, quer saber mais do que ora comungo, leia este incansável Colecionador de Pedras, você vai se apaixonar. “

4 – Manual Prático do Ódio

 

 

marginal4

Sinopse:

“Não havia mano mais considerado na quebrada, mas Lúcio Fé fazia uns 121 pra viver, ou seja: vira e mexe matava alguém por dinheiro’. Ele é um dos protagonistas do ‘Manual Prático do Ódio’, este romance original e vertiginoso – onde todos cultivam razões odiosamente humanas para matar, amar, morrer.Escrito num ritmo veloz, o livro pulsa como a quebrada das vielas da periferia paulista – onde circulam Lúcio Fé, Aninha, Régis, Celso Capeta e Neguinho da Mancha na Mão. Eles planejam a correria certa, o assalto perfeito, aliando-se numa trama sem ponto de retorno ou juízo de valor. A história destes personagens é assumidamente inspirada em vidas reais e também inventada pela alta capacidade de fabulação do autor – um jovem escritor de 27 anos, morador da periferia paulista.”

5– Deus foi Almoçar

marginal2

 

 

Sinopse:

“Trata-se de um romance que relata a crise entre um casal, Calixto e Carol, que se separam logo após o nascimento de sua filha. Com a separação, Calixto passa a observar o cotidiano das pessoas à sua volta e se depara com inúmeras dificuldades, como a mesmice da vida classe média e as dificuldades de se envolver com outra mulher depois do fim de seu casamento. Calixto é um homem comum, mas como tantos cidadãos ele acorda cedo para fazer parte do labirinto da vida cotidiana. À noite, volta para casa onde encontra sua mulher e sua filhinha, nada mais normal. Mas não é isso que está neste livro. Sem que ele queira, tudo começa a não fazer mais sentido. Calixto parece não saber como reagir, se é que quer fazer isso. Suas tentativas logo se mostram infelizes e sua conformação incomoda, embora ele tenha a sua frente um portal para mudar tudo.”

Boa Leitura!

Por Rafaela Salles

Conheça a incrível história do livro “Dez Mil Céus Sobre Você”, da trilogia Firebird, da escritora Claudia Gray!

Conheça a incrível história do livro “Dez Mil Céus Sobre Você”, da trilogia Firebird, da escritora Claudia Gray!

“Uma mistura de Fringe com “Mundos Opostos”, muita aventura, romance e mistérios. A trilogia Firebird levará você para outros mundos!”

Não sei vocês, mas sempre fui fascinado pela teoria da relatividade de Einstein. A possibilidade da existência de outros mundos, outras versões de você em dimensões paralelas é incrível. E se você gosta do assunto, com certeza, a trilogia Firebird, da autora Claudia Gray, é pra você.
Ano passado, li o primeiro livro desta série, Mil Pedaços de Você, e fiquei simplesmente apaixonado quando terminei o livro. Completamente desesperado para ler o próximo livro. Mil Pedaços de Você definitivamente não decepcionou e é um livro intenso, tanto que eu estava basicamente na ponta da cadeira, quase caindo, o tempo todo da leitura.

Conheça a sinopse e capa:

Dez-Mil-Céus-Sobre-Você

“Marguerite Caine fez o impossível, viajando por dimensões alternativas com o Firebird — uma invenção brilhante criada por seus pais, seu namorado, Paul, e o amigo da família,Theo. Mas ela também chamou a atenção de inimigos poderosos, dispostos a seqüestrar, chantagear e até matar para usar os poderes do Firebird para propósitos escusos. Quando a alma de Paul é dividida em quatro fragmentos — que se encontram presos dentro de Pauls em outras dimensões —, Marguerite fará qualquer coisa e irá a qualquer lugar para salvá-lo. Mas o preço de seu retorno em segurança é alto. Se ela não sabotar os próprios pais em múltiplos universos, Paul vai continuar perdido para sempre. Mas Marguerite acredita que é possível salvar seu amor sem sacrificar a família, e para isso pede a ajuda do brilhante Theo. Os dois criam um plano para recuperar Paul e o Firebird, mas para que ele dê certo eles precisarão superar um concorrente genial e vão colocar em risco não só sua vida mas também a de todas as versões de si mesmos em várias dimensões. Desta vez a missão leva os dois aos universos mais perigosos até então: uma São Francisco dividida pela guerra, o submundo do crime de Nova York e uma Paris iluminada onde a outra Marguerite esconde um segredo chocante. Cada salto deixa Marguerite mais perto de salvar Paul — mas sua jornada revela verdades sombrias que fazem com que duvide da única constante que encontrou em todos os mundos: o amor que sentem um pelo outro.”

Dez Mil Céus Sobre Você começa exatamente onde o primeiro livro terminou e somos rapidamente jogados de volta ao mundo Firebird. Marguerite está, finalmente, reunida com sua família. Mas as coisas não ficam perfeitas por muito tempo, porque a mega corporação Triad, liderada por Wyatt Conley, vem e estraga tudo. E nossa heroína encontra-se, mais uma vez, viajando através das dimensões. Dessa vez com duas missões: encontrar uma cura para seu amigo Theo Beck e encontrar seu amado Paul Markov, cuja consciência foi dividida em quatro pedaços e espalhada por quatro dimensões diferentes.
Por vezes, histórias que abordam a temática de universo paralelo podem ficar confusas, mas Claudia Gray a mantém simples por ter apenas três regras principais:

1° regra – As personagens só podem viajar para dimensões em que outro “eu” seu exista. Se você não existe em uma das dimensões, ela se torna inacessível para você.

2° regra – Viajar através de dimensões paralelas não é como viajar no tempo, por isso, se você estiver viajando através de uma dimensão em 2015, você vai pousar em uma dimensão que também existe em 2015 (certos mundos, no entanto, pode ser mais ou menos desenvolvidos do que outros. Quem assistiu Fringe se lembra que na outra dimensão as torres gêmeas de NY não tinham sofrido atentado e o balão dirigível ainda era um meio de transporte usado).

3° regra – Ao menos que você seja um “viajante perfeito”, como Marguerite, você vai precisar usar a função de “lembretes” Firebird, de modo que sua consciência não adormeça dentro do corpo do seu outro eu. (Prometo que isso faz muito mais sentido no contexto da série e é super fácil de seguir).

Uma coisa que eu amo sobre esta série é que as personagens principais, Marguerite, Theo e Paul, estão em constante desenvolvimento de caráter o que torna a série mais completa. Senti que as personagens fortes e fracas foram muito mais desenvolvidas e aprofundadas neste livro do que no primeiro. Neste livro, Marguerite abraçou plenamente suas habilidades de viajante perfeita de universos paralelos e viaja com confiança de um mundo para outro, criando até pequenas regras para se ambientar na nova realidade e tentar não interferir ao máximo na vida da Marguerite que ela está usando o corpo. Além disso, ela não tem medo de questionar as crenças de longa data, especialmente sobre o papel do destino em mundos paralelos, e realmente aprende a tomar as rédeas de sua própria vida, fazendo suas próprias escolhas.
Theo, por outro lado, tenta romper com a reputação que foi construída pelo faux Theo no outro livro. Já o casal #Maraul (Marguerite + Paul <3 ) é mais ausente neste livro, em vista que Paul foi estilhaçado, e com isso podemos observar que o destino dos dois poderia ter sido muito diferente, assim como em outras dimensões.
O livro é repleto de revelações e nele muitos pontos abordados no outro livro são ligados. Finalmente começamos a aprender mais sobre a Triad e também sobre as “Marguerites” em outros mundos. Este livro é definitivamente uma leitura tensa, que vai deixar você comendo as unhas de tanta ansiedade! Este livro toma rumos bem mais obscuros que o primeiro e as coisas ficam muito mais intensas quando Marguerite aprende o que está realmente em jogo. O fim de Dez Mil Céus Sobre Você culmina em um clímax de pura angústia e com um cliffhanger absurdo, que vai deixar você de cabelos em pé!
Este livro foi uma leitura bem tensa, mas incrivelmente divertida. O close é certíssimo! Então se você curte histórias sobre dimensões paralelas, mundos com possibilidades diferentes e quer ler uma complexa série que aborda questões sobre famílias, amor e sorte, eu definitivamente recomendo botar “Dez Mil Céus Sobre Você” na sua wishlist. O livro foi lançado no Brasil pela Editora Agir Now – Haper Collins Brasil.
Escala cliffhanger: 5/5 penhasquinhos.

Por Mr. Cliffhanger.

Coluna 5 Motivos Para Ler: Arthur Conan Doyle!

Coluna 5 Motivos Para Ler: Arthur Conan Doyle!

A coluna “5 Motivos Para Ler”, tem a honra de trazer um pouco da obra de um escritor incrível, que inspirou tantos outros e muitas adaptações, no cinema, teatro e TV. Essa matéria é muito especial, embora existam milhões de motivos para ler o mestre do suspense e da investigação, elegemos 5 motivos para quem ainda não conhece o autor que marcou o gênero policial na literatura mundial. Conheça um pouco desse escritor maravilhoso, na nossa matéria a seguir:

Arthur Ignatius Conan Doyle foi um renomado escritor e médico britânico, nascido na Escócia, cujos trabalhos incluem ficção científica, novelas históricas, peças e romances, poesias e obras de não-ficção, tendo como obra máxima a história do detetive Sherlock Holmes. Ah! e suspense, muito suspense!

welcome-ArthurConan

O autor Arthur Conan Doyle

Um dos autores mais importantes da literatura policial, Arthur Doyle foi um dos maiores escritores de todos os tempos, ele não só criou um universo muitíssimo bem trabalhado, como um dos personagens mais icônicos da literatura. Pode- se dizer também que contribuiu para a disseminação e popularidade da literatura criminal de modo geral.

Embora dispense recomendações, elencamos cinco, de milhões de motivos para ler a obra deste autor incrível!

1- O Grande influenciador

Doyle foi influenciado por autores como os brilhantes Edgar Allan Poe e Júlio Verne e influenciou nomes como Agatha Christie (a famosa Rainha do Crime) e Umberto Eco assim como inúmeros escritores do mesmo gênero.

2- O Estilo irreverente

O escocês, desde Um estudo em vermelho, mostrou um estilo ousado e extremamente detalhista de escrever, algo quase que imprescindível em um romance policial. A narrativa de Doyle detinha além dessas características uma grande leveza, vivacidade nos diálogos e a capacidade de “prender” o leitor até a última página. É notório que ele emprestou o seu estilo e vestuário, ao seu personagem mais famoso, o chapéu e o cachimbo são marcas registradas de Sherlock Holmes.

3- Sherlock Holmes: Um divisor de águas

Sherlock Holmes é considerado por muitos o maior detetive do mundo. Irreverente, ousado, perspicaz, inteligente e bem-humorado, esses são alguns dos adjetivos de um dos melhores personagens de toda a literatura que sem dúvidas foi imortalizado nas páginas de Arthur e marcou (e ainda marca) leitores de todo o mundo, assim como seu fiel escudeiro Dr. Watson.

4- Obras em diversas mídias

As obras de Conan Doyle foram amplamente adaptadas, sejam elas obras impressas ou não. A bibliografia dele conta com quatro romances, cinquenta e seis contos, já nas adaptações, conta com mais de cinco filmes das aventuras de Sherlock Holmes (dois deles com Robert Downey Jr.) e duas séries de TV.

 

5- As adaptações

   Várias peças teatrais, paródias e contos foram adaptados a partir do personagem Sherlock Holmes. Inclusive artigos do próprio Conan Doyle foram publicados em antologias. Sherlock Holmes é um dos personagens mais retratados no cinema e televisão, sendo que, hoje em dia, possui mais de 200 longas. O primeiro deles, ainda sem som, apareceu em 1900, Sherlock Holmes Baffled (título original em inglês). Alguns atores ficaram famosos por interpretar o personagem como Basil Rathbone  e Jeremy Brett. Porém há vários atores, já consagrados, que interpretaram o papel, como é o caso de Cristopher Lee, Peter Cushing, Michael Caine, Rupert Everett, dentre outros.

- BÔNUS -
Sobre o Filme:
Em 2010 foi lançada a adaptação cinematográfica do detetive britânico interpretado pelo ator Robert Downey Jr. (Chaplin e Homem de Ferro).

 

sherlock3

Dr. Watson e Sherlock Holmes, interpretados por Jude Law e Robert Downey Jr.

 

 

Sinopse:

“Final do século XIX. Sherlock Holmes (Robert Downey Jr.) é um detetive conhecido por usar a lógica dedutiva e o método científico para decifrar os casos nos quais trabalha. O Dr. John Watson (Jude Law) é seu fiel parceiro, que sempre o acompanhou em suas aventuras. Porém esta situação está prestes a mudar, já que Watson pretende se casar com Mary Morstan (Kelly Reilly). Isto não agrada Holmes, que não deseja o afastamento do colega. O último caso da dupla envolve Lorde Blackwood (Mark Strong), por eles presos ao realizar um ritual macabro que previa o assassinato de uma jovem. Blackwood já havia matado quatro mulheres e tem fama junto a população de ser um poderoso feiticeiro. Ele é preso e depois condenado à forca, mas misteriosamente é visto deixando o túmulo onde seu caixão foi deixado. Holmes e Watson são chamados para solucionar o caso e logo ele se torna um grande desafio para o detetive, que não acredita em qualquer tipo de magia. Em meio às investigações há o retorno de Irene Adler (Rachel McAdams), uma ladra experiente por quem Holmes tem uma queda.”

 

Confira o trailer:

 

Opinião sobre o longa: “Sherlock Holmes 1 e 2

“Sherlock Holmes foi um dos meus filmes favoritos de 2009. Nunca havia visto um filme com Robert Dowley Jr. e Jude Law e fiquei realmente satisfeito com o que vi. Os dois dão vida a dois personagens icônicos da história dos romances policiais: Sherlock Holmes e Dr. Watson. Cheio de suspense, momentos cômicos, sombrios, situações inusitadas e cenas de ação de tirar o fôlego. Esse poderia ser um resumo do primeiro filme, mas seria muito raso porque o filme é muito mais do que isso, ele instiga a percepção do espectador e apresenta os detalhes sobre o caso de Lockward aos poucos para que tente desvendar o mistério juntamente com o detetive e seu parceiro, Watson. O final do filme é tão surpreendente quanto o seu primeiro e surge ali uma brecha para o segundo filme que, felizmente, pode ser visto de forma separada ao primeiro. O segundo filme já apresenta outra abordagem e, ouso dizer que, é muito melhor do que o primeiro. Dowley Jr. e Jude Law mostram mais uma vez uma grande sintonia e conseguem dar ao filme aquele mesmo aspecto cômico e profundo nos momentos certos. O final, como todo bom romance policial e o filme anterior, é incrivelmente surpreendente. Os filmes sob a direção de Guy Ritchie são, certamente, uma das melhores maneiras de começar a conhecer o famoso detetive e seus diferentes facetas.” – Matheus Lisboa.

 

A série: SHERLOCK

Em 2010, a BBC lançou três episódios do série de Tv “Sherlock” tendo como pano de fundo a  cidade de Londres, atualmente e um Sherlock Holmes, com a mesma inteligência e dedicação, porém com mais recursos tecnológicos. Ao invés de ser viciado em drogas, o Sherlock contemporâneo usa adesivos de nicotina.

 

Holmes-Benedict

Os atores Benedict Cumberbath e Martin Freeman,  vivem Sherlock Holmes e Dr Watson na produção da BBC.

Sinopse:

“Sherlock é uma série de televisão britânica de drama policial baseada nas histórias de Sherlock Holmes escritas por Sir Arthur Conan Doyle. Criado por Steven Moffat e Mark Gatiss, é estrelado por Benedict Cumberbatch como Holmes e Martin Freeman como o Doutor John Watson. Sendo exibida desde 25 de julho de 2010, já foram produzidos dez episódios para série, transmitidos em três temporadas de três episódios cada, além de um especial exibido no inicio de 2016. Sherlock Holmes retrata um “detetive consultor” que auxilia a Polícia Metropolitana de Londres, principalmente Greg Lestrade (Rupert Graves), na resolução de vários crimes. Holmes é assistido pelo seu colega de apartamento, Dr. John Watson, que voltou do serviço militar no Afeganistão. Embora a série descreve uma variedade de crimes e criminosos, o conflito de Holmes com seu nêmesis Jim Moriarty (Andrew Scott) é um recurso recorrente. A patologista Molly Hooper (Louise Brealey) auxilia o detetive em seu laboratório. Outros papéis recorrentes incluem Una Stubbs como Mrs. Hudson, a proprietária do apartamento onde os protagonistas moram, Vinette Robinson como a sargento Sally Donovan e Mark Gatiss como o irmão de Sherlock, Mycroft Holmes. A recepção crítica da série é altamente positiva, com muitos comentários elogiando a qualidade dos enredos, performances e direção. Sherlock foi nomeado para vários prêmios, incluindo o BAFTA, Emmy e Globo de Ouro, tendo ganhado em várias categorias. A terceira temporada se tornou a série de drama mais vista do Reino Unido desde 2001.”

Confira o trailer:

A adaptação Inspirada:

Mr. Holmes

O longa é baseado no livro homônimo escrito por Mitch Cullin e dá continuidade ao universo Sherlockiano. Com Sir Ian Mckellen (O Hobbit, O Senhor dos Anéis e X- Men) no papel do maior detetive de todos os tempos, vemos Mr. Holmes mais velho, tendo que voltar à ativa.

holmes1

Pôster do filme

Sinopse:

1947. O famoso detetive Sherlock Holmes (Ian McKellen) está com 93 anos, aposentado, vivendo em uma casa remota no litoral com sua governanta Mrs. Munro (Laura Linney) e o filho dela, o pequeno Roger (Milo Parker). Lidando com a deterioração da sua mente por causa da idade, ele continua obcecado com um caso que nunca conseguiu decifrar. Sem a companhia do seu fiel escudeiro Dr. Watson, Sherlock tentar desvendar este último mistério.

 

A EDITORA ZAHAR

A Editora Zahar tem um cuidado especial com o autor Conan Doyle, com uma novidade: as publicações dos livros em formato bolso de luxo terminam de ser publicados esse ano! Em junho será lançado ‘Histórias de ‘ e, em novembro, ‘O último Adeus de Sherlock Holmes’. O último livro lançado em formato bolso de luxo foi ‘A volta de Sherlock Holmes’, em fevereiro de 2016.

artur3
A edição comentada e ilustrada da série (todos os volumes estão disponíveis nesse formato), trazem notas de Leslie S. Klinger, maior autoridade mundial do cânone Sherlockiano, além de várias informações sobre a época em que o livro foi escrito.

artur2

 

Saiba mais e confira todos os livros do autor no site da Editora Zahar.

Qual o seu livro preferido?

 

Por Matheus Lisboa e ~M

CONHEÇA “DEPOIS DE VOCÊ”, A SEQUÊNCIA DO LIVRO “COMO EU ERA ANTES DE VOCÊ” DE  JOJO MOYES!

CONHEÇA “DEPOIS DE VOCÊ”, A SEQUÊNCIA DO LIVRO “COMO EU ERA ANTES DE VOCÊ” DE JOJO MOYES!

Jojo Moyes emocionou mais de cinco milhões de pessoas em todo o mundo com a surpreendente história “Como eu era antes de você”. Neste ano a autora lançou a continuação da obra, para a alegria de seus fãs: “Depois de Você” promete arrancar ainda mais lágrimas dos leitores. Famosa por suas histórias dramáticas, mais uma vez a autora nos traz uma história emocionante, fiel às emoções contidas no primeiro. O livro tem um toque nostálgico e faz o leitor sofrer e sorrir junto com a personagem.

 

“Moyes, como David Nicholls, possui o talento invejável de fazer o leitor rir diante das circunstâncias mais tristes. ” The Guardian

 

Não vamos contar muito do enredo, até porque a sinopse deste livro dá um baita spoiler do primeiro e, cá pra nós, depressão só se for aquela de tanto ler. Nada de soltar o terror dos leitores por aqui! Hahahaha!
Resumindo, na sequencia de “Como eu era antes de você”, Lou volta a trabalhar como garçonete e, após um grave acidente, e retorna para a casa de seus pais. Diante das muitas surpresas e obstáculos com os quais se depara em sua vida, Lou entra para um grupo de terapia, a fim de dar um rumo em sua própria história.

 

Confira a capa e sinopse do livro:

 

depois

“Quando uma história termina, outra tem que começar.
Com mais de 5 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo, Como eu era antes de você conta a história do relacionamento entre Will Traynor e Louisa Clark, cujo fim trágico deixou de coração apertado os milhares de fãs da autora Jojo Moyes.
Em Depois de você, Lou ainda não superou a perda de Will. Morando em um flat em Londres, ela trabalha como garçonete em um pub no aeroporto. Certo dia, após beber muito, Lou cai do terraço. O terrível acidente a obriga voltar para a casa de sua família, mas também a permite conhecer Sam Fielding, um paramédico cujo trabalho é lidar com a vida e a morte, a única pessoa que parece capaz de compreendê-la.
Ao se recuperar, Lou sabe que precisa dar uma guinada na própria história e acaba entrando para um grupo de terapia de luto. Os membros compartilham sabedoria, risadas, frustrações e biscoitos horrorosos, além de a incentivarem a investir em Sam. Tudo parece começar a se encaixar, quando alguém do passado de Will surge e atrapalha os planos de Lou, levando-a a um futuro totalmente diferente.”

Leia um trecho do livro AQUI.

 

 

A Autora

 

 

 

jojo

Jojo Moyes nasceu em 1969 e cresceu em Londres. Estudou jornalismo e foi correspondente do jornal The Independent por 10 anos. Publicou seu primeiro livro em 2002, e desde então se dedica integralmente à carreira de escritora.

 

Por Dora

Edição ~M

Confira a Lista de adaptações cinematográficas para 2016!

Confira a Lista de adaptações cinematográficas para 2016!

O Leitores Depressivos fez uma lista de livros alguns  que vão virar filme em 2016!
Quem encara essa maratona?
Segue a lista:
Animais Fantásticos e Onde Habitam
Animais Fantásticos e Onde Habitam  : Descubra o que um pufoso come, porque não é bom deixar vasilhas de leite à porta de casa para um ouriço e qual é o habitat do quintípede, entre outras curiosidades.
“A acromântula é uma aranha monstruosa de oito olhos e dotada de fala humana, foi desenvolvida pelos bruxos para guardar suas casas ou tesouros… O basilisco, também chamado de rei das cobras, é verde- vivo e pode alcançar até quinze metros de comprimento. Sua criação foi declarada ilegal, desde a época medieval. O dragão é o animal mais mágico do mundo; seu couro, sangue, coração, fígado e chifre têm grandes propriedades ilusionistas.
Estas breves descrições são apenas uma amostra do que o leitor pode encontrar em Animais fantásticos & onde habitam , de J. K. Rowling, escrito sob o pseudônimo de Newt Scamander, e com prefácio do sábio Alvo Dumbledore. Ao livro, adotado pelos professores da Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts e considerado uma obra-prima, atribui-se a responsabilidade pelo bons resultados dos alunos nos exames de Trato das Criaturas Mágicas. E a obra não é recomendada só para estudantes. “Nenhuma casa bruxa está completa se não possuir um exemplar.” Trata-se de um guia com mais de 80 espécies de animais e seus respectivos hábitos, costumes e origem. Este exemplar lançado no mundo dos trouxas (não-bruxos) é uma duplicata do Animais fantásticos & onde habitam de Harry Potter, editado, inclusive, com notas informativas que ele e seus amigos fizeram à margem das páginas. Segundo Scamander, Animais… já está em sua 52ª edição e esclarece, entre outras dúvidas, o significado de animal para a comunidade mágica; fornece sua classificação; a percepção dos trouxas sobre esses seres; ensina como e por que mantê-los ocultos em hábitats seguros, desobediência esta que incorre em multa; e faz um histórico das normas impostas pelo Departamento para Regulamentação e Controle das Criaturas Mágicas do Ministério da Magia, ao longo dos séculos, para preservar as feras fantásticas e assegurar aos bruxos o prazer de apreciar seus poderes e beleza. A escritora escocesa J. K. Rowling cedeu todos os direitos de publicação desta obra para a Comic Relief, uma organização humanitária criada por comediantes britânicos para ajudar crianças carentes. Eles usam o riso para combater a pobreza, a injustiça e a calamidade.”
Alice Através do Espelho
Numa tarde fria de inverno, enquanto a neve cai silenciosamente lá fora, Alice brinca com a gata Dinah e seus filhotes na sala de casa. Mal sabe ela que está prestes a viver uma aventura formidável. De repente, atravessa o espelho que _ca sobre a lareira e chega a um mundo onde tudo está ao contrário, de pernas para o ar: _ores falam, peças de xadrez andam e quanto mais você corre, mais você _ca no mesmo lugar. Um mundo em que as coisas “trocam de lado”, da mesma forma que as linhas de um livro, quando você o observa aberto diante de um espelho.
Lá, na Casa do Espelho, estão também os personagens favoritos da infância de Alice: os gêmeos Tweedledum e Tweedledee, a Morsa e o Carpinteiro, o Leão e o Unicórnio, o orgulhoso Humpty Dumpty, a implicante Rainha Vermelha.
Inferno
Neste fascinante thriller, Dan Brown retoma a mistura magistral de história, arte, códigos e símbolos que o consagrou em “O Código Da Vinci”, “Anjos e Demônios” e “O Símbolo Perdido” e faz de Inferno sua aposta mais alta até o momento.
No coração da Itália, Robert Langdon, o professor de Simbologia de Harvard, é arrastado para um mundo angustiante centrado numa das obras literárias mais duradouras e misteriosas da história: O Inferno, de Dante Alighieri.
Numa corrida contra o tempo, ele luta contra um adversário assustador e enfrenta um enigma engenhoso que o leva para uma clássica paisagem de arte, passagens secretas e ciência futurística. Tendo como pano de fundo poema de Dante, e mergulha numa caçada frenética para encontrar respostas e decidir em quem confiar, antes que o mundo que conhecemos seja destruído.
Convergente
A sociedade baseada em facções, na qual Tris Prior acreditara um dia, desmoronou – destruída pela violência e por disputas de poder, marcada pela perda e pela traição. Em Convergente, o poderoso desfecho da trilogia de Veronica Roth iniciada com Divergente e Insurgente, a jovem será posta diante de novos desafios e mais uma vez obrigada a fazer escolhas que exigem coragem, fidelidade, sacrifício e amor. O livro, que chega ao Brasil no momento em que Divergente estreia nos cinemas, alcançou o primeiro lugar na lista de best-sellers do The New York Times.
Quem é você, Alasca?
Miles Halter é um adolescente fissurado por célebres últimas palavras que, cansado de sua vidinha pacata e sem graça em casa, vai estudar num colégio interno à procura daquilo que o poeta François Rabelais, quando estava à beira da morte, chamou de o “Grande Talvez”. Muita coisa o aguarda em Culver Creek, inclusive Alasca Young, uma garota inteligente, espirituosa, problemática e extremamente sensual, que o levará para o seu labirinto e o catapultará em direção ao “Grande Talvez”.
Cinquenta Tons mais Escuros
Assustada com os segredos obscuros do belo e atormentado Christian Grey, Ana Steele põe um ponto final em seu relacionamento com o jovem empresário e concentra-se em sua nova carreira, numa editora de livros. Mas o desejo por Grey domina cada pensamento de Ana e, quando ele propõe um novo acordo, ela não consegue resistir. Em pouco tempo, Ana descobre mais sobre o angustiante passado de seu amargurado e dominador parceiro do que jamais imaginou ser possível. Enquanto Christian tenta se livrar de seus demônios interiores, Ana se vê diante da decisão mais importante da sua vida.
A Maldição do Tigre
Kelsey Hayes perdeu os pais recentemente e precisa arranjar um emprego para custear a faculdade. Contratada por um circo, ela é arrebatada pela principal atração: um lindo tigre branco. Kelsey sente uma forte conexão com o misterioso animal de olhos azuis e, tocada por sua solidão, passa a maior parte do seu tempo livre ao lado dele. O que a jovem órfã ainda não sabe é que seu tigre Ren é na verdade Alagan Dhiren Rajaram, um príncipe indiano que foi amaldiçoado por um mago há mais de 300 anos, e que ela pode ser a única pessoa capaz de ajudá-lo a quebrar esse feitiço.
Determinada a devolver a Ren sua humanidade, Kelsey embarca em uma perigosa jornada pela Índia, onde enfrenta forças sombrias, criaturas imortais e mundos místicos, tentando decifrar uma antiga profecia. Ao mesmo tempo, se apaixona perdidamente tanto pelo tigre quanto pelo homem. A maldição do tigre é o primeiro volume de uma saga fantástica e épica, que apresenta mitos hindus, lugares exóticos e personagens sedutores. Lançado originalmente como e-book, o livro de estreia de Colleen Houck ficou sete semanas no primeiro lugar da lista de mais vendidos da Amazon, entrando depois na do The New York Times.
“Um romance delicado e uma aventura capaz de deixar o coração a mil por hora. Eu vibrei e roí as unhas. A maldição do tigre é mágico!”
(Becca Fitzpatrick, autora da série Sussurro).
Como Eu Era Antes de Você
“Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Sua vidinha ainda inclui o trabalho como garçonete num café de sua pequena cidade – um emprego que não paga muito, mas ajuda com as despesas – e o namoro com Patrick, um triatleta que não parece muito interessado nela. Não que ela se importe.
Quando o café fecha as portas, Lou é obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor tem 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de ter sido atropelado por uma moto, o antes ativo e esportivo Will agora desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto. Sua vida parece sem sentido e dolorosa demais para ser levada adiante. Obstinado, ele planeja com cuidado uma forma de acabar com esse sofrimento. Só não esperava que Lou aparecesse e se empenhasse tanto para convencê-lo do contrário.
Uma comovente história sobre amor e família, ‘Como Eu Era Antes de Você‘ mostra, acima de tudo, a coragem e o esforço necessários para retomar a vida quando tudo parece acabado.”
O Projeto Rosie
“Para se ter a vida de Don Tillman, não é preciso muito esforço. Às terças-feiras come-se lagosta com salada de wasabi (seguindo um roteiro com refeições padronizadas que evitam o desperdício de ingredientes e de tempo no preparo); todos os compromissos são executados de acordo com o cronograma – alguns minutos reservados para a prática do aikido e do caratê antes de dormir; uma hora para limpar o banheiro; três dias da semana reservados para suas idas à feira – e se, apesar dessa programação, algum desagradável contratempo surgir em sua rotina, não há nada que não possa ser solucionado com meia hora de pesquisa científica.Exceto as mulheres. Até o momento, a única coisa não esclarecida pelos estudos no campo de atuação de Don, a genética, é o motivo para sua incapacidade de arrumar uma esposa. Uma namorada ao menos? Ou até mesmo uma amiga para somar ao seleto grupo de amigos de Don, formado por Gene, também professor na universidade, e a mulher dele, Claudia, psicóloga e esposa muito compreensiva.
Para solucionar esse problema do modo mais eficaz, Don desenvolve o Projeto Esposa, um questionário meticuloso que irá ajudá-lo a filtrar candidatas inadequadas a seu estilo de vida: fumantes JAMAIS, e mulheres que se atrasam por mais de cinco minutos ou que usam muita maquiagem estão fora dos critérios pouco flexíveis que o levarão à mulher ideal.
O único problema é que um questionário desse tipo exige tempo e dedicação, duas coisas que começaram a diminuir exponencialmente no cotidiano de Don desde que ele conheceu Rosie: fumante, vegetariana e incapaz de chegar na hora marcada. Ou esse era o único problema até Rosie entrar na vida de Don e – despretensiosamente, uma vez que ela nunca se candidatou ao Projeto Esposa – mostrá-lo que a mulher ideal não existe, mas o amor, sim.”
A 5ª Onda
O 1º livro da trilogia “A 5ª Onda” de Rick Yancey, foi adaptado com muita fidelidade, estrelado pela queridinha da América, a atriz Chloe Moretz.
“Depois da primeira onda, só restou a escuridão. Depois da segunda onda, somente os que tiveram sorte sobreviveram. Depois da terceira onda, somente os que não tiveram sorte sobreviveram. Depois da quarta onda, só há uma regra: não confie em ninguém. Agora inicia-se A QUINTA ONDA. No alvorecer da quinta onda, em um trecho isolado da rodovia, Cassie foge deles. Os seres que parecem humanos, que andam pelo campo matando qualquer um. Que dispersaram os últimos sobreviventes da Terra. Cassie acredita que, estar sozinho é estar vivo, até que conhece Evan Walker. Sedutor e misterioso, Evan Walker pode ser a única esperança de Cassie para resgatar seu irmão — ou até a si mesma. Mas Cassie deve escolher entre a esperança e o desespero, entre a rebeldia e a entrega, entre a vida e a morte. Entre desistir ou contra atacar.”

Qual adaptação vocês estão mais ansiosos? :D
Por Cherry

Coluna 5 Motivos Para Ler: a série  “A Seleção” de Kiera Cass!

Coluna 5 Motivos Para Ler: a série “A Seleção” de Kiera Cass!

A Seleção foi uma grata surpresa. Devo admitir que foi absolutamente difícil tirar a “mochilinha do preconceito literário” mas consegui. A Seleção definitivamente não é uma historinha simples, e clichê, do amor entre um príncipe e uma plebeia, a história de América é complexa e apaixonante ao mesmo tempo. Kiera Cass criou algo magnífico e conseguiu trabalhar muito bem cada detalhe do enredo.  Por saber que muitos, assim como eu anteriormente, possuem certo tipo de preconceito literário com a série elaborei uma lista de 5 motivos para ler A Seleção com o objetivo de apresentar e mostrar assim que é tudo muito mais do que uma simples história de amor.
Seguem apenas alguns dos muitos motivos para ler A Seleção!
− Futuro alternativo
    A Seleção se passa num futuro alternativo, logo após a uma Quarta Guerra Mundial, em um país denominado Illéa que é regida por um regime monárquico onde há uma divisão da sociedade em castas. As castas são oito, sendo que a “Um” equivale a realeza e a “Oito” aos sem-teto e desamparados.  
− Protagonista forte
    America Singer é a protagonista. Dezessete anos, ruiva, dona de uma bela voz e com múltiplos talentos musicais. Mas America não se detém a apenas isso. Ela possui um grande gênio, senso de justiça, compaixão e certo orgulho, o que pode fazer dela uma personagem um tanto difícil de se lidar em alguns momentos.
− Personagens secundários bem trabalhados
Aspen, a família de America, as 34 selecionadas, a família real e os funcionários do palácio, esses são alguns dos personagens secundários da série e todos foram muito bem trabalhados, uns mais outros menos mas foram trabalhados. Kiera dá vida aos secundários com a mesma graça que deu vida à America, é possível traçar um perfil de cada um deles facilmente.
− História instigante
Logo nas primeiras páginas o leitor pode ser facilmente arrebatado pela narrativa de Kiera, eu mesmo fui, apesar dos pesares a história vai ficando cada vez melhor a cada página e consequentemente os acontecimentos instigam muito mais quem lê. Fora isso, a autora introduz elementos da história de Illéa e da Quarta Guerra Mundial na narrativa de America que descobre juntamente com o leitor vários fatos peculiares do país.
− Cenários estonteantes
   O principal cenário do livro é o palácio do rei Clarkson e da rainha Amberly, onde a famosa Seleção ocorre. Suntuosos jardins, espaços muito bem decorados com ornamentos um tanto luxuosos, comida espetacular e o vestuário, ah, o vestuário. Kiera Cass detalhou com maestria todo o castelo ao ponto de capacitar o leitor a enxergar os diferentes cenários, a autora também detalhou muito bem o vestuário, especificando até o tecido de alguns.
10656235_10202566338788712_1170562643_n
 
*E o Bônus: Maxon
   O príncipe. O bom cavalheiro. Doce. Carinhoso e… sem qualquer jeito com mulheres. Essas são algumas das características do príncipe Maxon Schreave, que se mostrou um personagem um tanto apaixonante. Cass deu vida a um personagem vivaz, amável, inteligente e inocente. É tão fácil se apaixonar por ele quanto respirar.
Por Matheus Lisboa
 
***
Sobre a Autora:
Kiera Cass
Kiera Cass é uma escritora norte- americana que conquistou sucesso com a série The Selection, cujo  primeiro livro da saga, intitulado A Seleção, foi publicado em 2012 , seguido de A Elite como o segundo livro, e  A Escolha, o quarto livro.  O livro A Herdeira (sobre a filha de America e Maxon), uma edição especial chamado Contos da Seleção (com os pensamento e pontos de vista de outros personagens da trilogia), Felizes para Sempre, O Príncipe e A Rainha, foram todos publicados pela HaperTeen. Os direitos da A Seleção foram adquiridos pela CW Television Networke, onde dois pilotos foram filmados, mas até agora não foi produzida uma série completa. Recentemente a autora lançou o livro A Coroa ( sequência de A Herdeira) e A Sereia.
10660997_10202590144463839_2122378130_n
Equipe do site: A. Assumpção, a Leitora da Depressão e ~M (Eliz Assumpção) com a autora Kiera Cass
Kiera é casada e mãe de um casal de filhos, é conhecida e muito querida por sua interação e simpatia com os fãs em suas redes sociais. A Equipe da Leitora da Depressão/ Leitores Depressivos teve a alegria de conhecer a escritora no Rio de Janeiro e podemos atestar que ela é uma simpatia, muito carinhosa com os leitores e fãs. E você, está aqui só pela comida ou também é fã dessa saga?
Gostaram? Elenque os seus motivos!

 

Edição ~M