Blog : Filmes e Séries

Conheça a história incrível do filme “Sully: O Herói do Rio Hudson”, estrelado por Tom Hanks e dirigido por Clint Eastwood!

Conheça a história incrível do filme “Sully: O Herói do Rio Hudson”, estrelado por Tom Hanks e dirigido por Clint Eastwood!

Nessa matéria especial temos a opinião de duas colaboradoras em dobradinha Rio/ São Paulo da nossa equipe Leitores Depressivos, sobre um filme incrível que recomendamos: Sully: O Herói do Rio Hudson!

 

“Baseado em fatos reais e em memórias diretamente retiradas do livro Highest Duty: My Search For What Really Matters, de Chelsey ‘Sully’ Sullenberger e Jeffrey Zaslow, o filme Sully: O Herói do Rio Hudson pode ser considerado um Marvel da vida real. Ou seja, uma verdadeira aventura de heróis.

sully1

Livro Highest Duty: My Search For What Really Matters

 

Dirigido pelo consagrado Clint Eastwood (Sobre Meninos e Lobos, Menina de Ouro), a trama é daqueles filmes que fazem a gente sorrir, sofrer, chorar e comemorar tudo ao mesmo tempo. Com atuações brilhantes, principalmente do protagonista Tom Hanks, o filme já está sendo sondado como um possível concorrente ao Oscar. Para aqueles que não se lembram, os norte-americanos foram surpreendidos em pleno começo de ano (2009), com o pouso de um avião no Rio Hudson, Nova Iorque. Entretanto, o filme contará muito mais sobre os dias que seguiram o incidente, em que uma investigação busca entender não apenas as causas da queda do avião, mas também a escolha do piloto Sully (Tom Hanks) em optar por uma aterrissagem na água – considerada uma das mais perigosas a se realizar.
Através da turbulenta reação de Sully após o aterrissagem, o filme busca apresentar ao público diferentes aspectos humanos e psicológicos que podem se manifestar durante momentos de grande transtorno. Optando por cruzar relatos do passado com acontecimentos do presente, o filme argumenta e expõem muito bem todos os aspectos em torno do milagroso pouso. Com uma estreia em terras brasileiras no mês de dezembro, o filme é sem dúvida uma das melhores apostas para o fim do ano.”

Por Yasmin Marie

****

Poster do filme:

sully2

 

Confira o trailer do filme:

 

 

Sinopse do filme:

“15 de janeiro de 2009. Logo após decolar do aeroporto de LaGuardia, em Nova York, uma revoada de pássaros atinge as turbinas do avião pilotado por Chesley “Sully” Sullenberger (Tom Hanks). Com o avião seriamente danificado, Sully não vê outra alternativa senão fazer um pouso forçado em pleno rio Hudson. A iniciativa é bem sucedida, com todos os 150 passageiros a bordo sendo salvos. Tal situação logo transforma Sully em um grande herói nacional, o que não o isenta de enfrentar um rigoroso julgamento interno coordenado pela agência de regulação aérea nos Estados Unidos.”

 

****

“O dia 15 de Janeiro de 2009, era pra ser apenas mais um dia comum na carreira do renomado piloto de avião Chesley Sully Sullenberger e dos passageiros que estavam à bordo do Vôo US Airways 1549, se não fosse o incidente ocasionado por um bando de pássaros, que atingiram as turbinas de sua aeronave, ocasionando uma perda de potência tanto na turbina esquerda, quanto na direita, minutos após a decolagem do aeroporto de LaGuardia, em Nova York. Os 208 segundos, foi o tempo necessário para Sully agir da melhor maneira em que poderia ter agido e dissipar a tragédia que acabara de ser iniciada. O pouso de emergência que salvou a vida de 155 pessoas naquela manhã, trouxe bem mais do que sucesso para Sully ou reconhecimento como um verdadeiro herói. O milagre do Rio Hudson, acarretou em um dos mais rudes julgamentos da história da agência reguladora aeroespacial dos Estados Unidos e com absoluta certeza, trouxe também indagações pessoais à Sully, que na verdade, o tempo inteiro fazia questão de ressaltar uma única coisa: a importância da humanidade nos julgamentos. Em meio ao caos instalado por uma sociedade do consumo, cujo principal objetivo é adquirir ainda mais força e retroalimentar seu sistema, a bondade e o belo caráter de nosso herói, que em momento algum tomou as honras sozinho, fizeram todos em seu julgamento enxergar de modo diferente e ainda mais real o que, de fato, havia acontecido no ar. “Nunca ninguém foi treinado para um incidente como esse.”
A sensibilidade que o roteirista Todd Komarnicki traz ao filme, junto com a brilhante direção de Clint Eastwood, reforça questões esquecidas pela correria do nosso dia-a- dia e o quanto banalizamos a responsabilidade que cada um deve exercer dentro desta sociedade. Tom Hanks fez com que o milagre do Rio Hudson ganhasse ainda mais força e sem dúvidas, Eastwood não poderia ter feito escolha melhor para o papel do piloto Sully.
O episódio real, transmitido cenograficamente nas telas do Brasil no dia 2 de Dezembro, promete te deixar pensativo e ao mesmo tempo, com muita vontade de reformular o seu caráter humano em apenas 1 hora e 36 minutos de muita emoção. Não perca a oportunidade de viver essa emoção! Corra para garantir seu ingresso!”

Recomendamos!

Por Rafaella Salles

Edição por ~M

Conheça ‘A Chegada’, filme inspirado no livro “História da sua Vida e Outros Contos” de Ted Chiang!

Conheça ‘A Chegada’, filme inspirado no livro “História da sua Vida e Outros Contos” de Ted Chiang!

“Quando seres interplanetários deixam marcas na Terra, a Dra. Louise Banks (Amy Adams), uma linguista especialista no assunto, é procurada por militares para traduzir os sinais e desvendar se os alienígenas representam uma ameaça ou não. No entanto, a resposta para todas as perguntas e mistérios pode ameaçar a vida de Louise e a existência de toda a humanidade.”

chegada3

Ao analisarmos o cartaz do filme A Chegada,  pode até parecer mais um roteiro de ficção científica. Entretanto, a combinação das atuações de Amy Adams (Trapaça) e Jeremy Renner (Os Vingadores), Forest Whitaker  (O último Rei da Escócia), ao lado do diretor Denis Villeneuve (Os Suspeitos), fazem com que a trama embarque em uma viagem que explora muito mais que apenas a vinda de seres extraterrestres à Terra.
Com uma linguagem fotográfica puxada para os tons mais frios, o roteiro chega a explorar diversos gêneros da sétima arte, dando destaque ao drama, com momentos que chegam a serem até melancólicos, até as clássicas características futurísticas da ficção científica. A trama gira em torno da chegada, sem aviso, de doze naves ovaladas em diversos pontos aleatórios do globo. Em consequência do desconhecido, caos, terror, violência e confusão passam a assombrar o planeta. Enquanto isso, os governos tentam organizar diferentes maneiras de se comunicarem com as forças invasoras.
Com pouco sucesso, o governo americano resolve contratar a linguista Dra. Louise Banks (Amy Adams) e o matemático teórico Ian Donnelly (Jeremy Renner) para, juntos, elaborarem alguma estratégia de negociação com os aliens. Com o objetivo de fazer com que respondam à pergunta “o que vocês querem? ”, o filme explora não apenas as complexidades da natureza da linguagem, como também as barreiras encontradas na política, cultura e nos jogos de interesse.
Para aqueles que buscam filmes que fazem você pensar, questionar e teorizar, A Chegada é com certeza uma boa pedida. Muito mais que apenas abordar a vinda de seres de outro planeta, Villeneuve na verdade apresenta ao público uma forte crítica as relações pessoais, ao tempo e espaço, além de nossa própria existência na Terra.

Por Yasmin Marie

***

SOBRE O LIVRO

Para os fãs de ficção ‘A Chegada’ é uma excelente surpresa. O longa é inspirado no livro “História da sua Vida e Outros Contos” do escritor norte-americano Ted Chiang, que explora personagens em um universo incrível de ficção científica, usando linguagem matemática de divisão por zero, diagramas do princípio de Fermat que explica a trajetória da luz em diferentes meios. O longa A Chegada é inspirada pelo conto- título do livro que discorre sobre o contato com alienígenas e o alcance da superinteligência, recheada de ação, Ciência e matemática. Ted Chiang é um escritor que foi influenciado pelos autores clássicos da ficção como Isaac Azimov e Arthur C. Clarke, grandes expoentes desse estilo que tomou novo fôlego nos últimos anos.

Sinopse:

chegada1

Uma das principais vozes da ficção científica contemporânea pela primeira vez publicada no Brasil. Um dos autores de mais destaque no cenário da ficção científica, Ted Chiang pode ser descrito como um escritor pouco prolífico: tem apenas quinze trabalhos publicados, entre contos e novelas curtas. A pequena produção contrasta com sua expressiva quantidade de premiações: os oito textos reunidos em História da sua vida e outros contos ganharam no total nove importantes prêmios, dentre eles Nebula, Hugo, Locus, Sturgeon, Sidewise e Seiun. Publicadas originalmente em volumes diversos, as narrativas de Ted Chiang estão pela primeira vez reunidas em uma coletânea. Entre as histórias dotadas de rigor científico, humanidade e lirismo estão “A torre da Babilônia”, na qual um minerador sobe a famosa torre com a missão de escavar a abóbada celeste; “Divisão por zero”, uma reflexão precisa e devastadora sobre o fim da esperança e do amor, e “História da sua vida”, na qual uma linguista aprende um idioma alienígena que modifica sua visão de mundo. Com uma prosa límpida e ideias às vezes desconcertantes, Chiang comprova seu inegável talento para a boa ficção científica: a capacidade de contar uma história humana, extremamente bem escrita, na qual a ciência funciona como expressão dos questionamentos mais profundos enfrentados pelos personagens. Um livro repleto de ideias originais e passagens inesquecíveis.

O longa foi lançado pela Sony Pictures e nós recomendamos. Leia também o livro que inspirou o filme, vale a pena!

Por ~M

Confira a divulgação da sequência de “Blade Runner”, inspirada na obra de Philip K. Dick!

Confira a divulgação da sequência de “Blade Runner”, inspirada na obra de Philip K. Dick!

A Sony Pictures divulga uma nova arte conceitual da sequência de “Blade Runner”, que chega aos cinemas no segundo semestre de 2017.

 

blade
O novo filme se passa décadas depois do original de 1982, com Harrison Ford vivendo novamente o icônico Rick Deckard. Além de Ford, o filme é estrelado por Ryan Gosling, Robin Wright, Ana de Armas, Sylvia Hoeks, Carla Juri, Mackenzie Davis, Barkhad Abdi, David Dastmachian e Hiam Abbass. A produção executiva conta com Ridley Scott, que dirigiu o primeiro filme.
A sequência conta com a direção de Denis Villeneuve, que afirma que “Ridley Scott teve a ideia genial de unir ficção científica com film noir para criar essa visão única da condição humana. O novo ‘Blade Runner’ é uma extensão do primeiro filme Blade Runner – Caçador de Androides, inspirado no Livro “Androides Sonham Com Ovelhas Elétricas?” do escritor Philip K. Dick, publicado no Brasil pela Editora Aleph.

Conheça a capa e sinopse do livro:

androides-sonham-com-ovelhas-eletricas

“Rick Deckard é um caçador de recompensas. Ao contrário da maioria da população que sobreviveu à guerra atômica, não emigrou para as colônias interplanetárias após a devastação da Terra, permanecendo numa San Francisco decadente, coberta pela poeira radioativa que dizimou inúmeras espécies de animais e plantas. Na tentativa de trazer algum alento e sentido à sua existência, Deckard busca melhorar seu padrão de vida até que finalmente consiga substituir sua ovelha de estimação elétrica por um animal verdadeiro; um sonho de consumo que vai além de sua condição financeira. Um novo trabalho parece ser o ponto de virada para Rick: perseguir seis androides fugitivos e aposentá-los. Mas suas convicções podem mudar quando percebe que a linha que separa o real do fabricado não é mais tão nítida como ele acreditava. Em Androides Sonham com Ovelhas Elétricas?, Philip K. Dick cria uma atmosfera sombria e perturbadora para contar uma história impressionante, e, claro, abordar questões filosóficas profundas sobre a natureza da vida, da religião, da tecnologia e da própria condição humana.”

 

Os fãs de ficção científica aguardam com ansiedade por este novo longa.

Por ~M.

Conheça o filme “Julieta” de Almodóvar, inspirado nos contos de Alice Munro!

Conheça o filme “Julieta” de Almodóvar, inspirado nos contos de Alice Munro!

 Julieta é o novo longa do aclamado diretor espanhol Pedro Almodóvar, no elenco os atores Emma Suárez (Julieta aos 50 anos), Adriana Ugarte (Julieta aos 50 anos), Inma Cuesta (Ava), Daniel Grao (Xoan), Lorenzo (Dario Grandinetti), entre outros. Julieta é o vigésimo filme dirigido pelo gênio espanhol. O projeto do roteiro inicialmente foi em inglês, porém Almodóvar após algumas pesquisas resolver ambientar na Espanha, um risco que sempre deu certo em suas adaptações e é um retorno do diretor aos dramas com personagens femininos fortes.
O roteiro foi escrito por Almodóvar, adaptado de três contos do livro “A Fugitiva”, da escritora canadense Alice Munro, vencedora do prêmio Nobel de Literatura de 2013. Lembrando que, a em se tratando de Almodóvar, a adaptação é sempre livre, como ele mesmo explica:
“Quando as li fiquei fascinado por elas, especialmente por uma delas. Tentei unificá-las, em torno de uma personagem principal chamada Julieta. O que foi um grande problema, pois tinha três histórias independentes” (…)
“(…) Queria fazer um filme em um trem, estava fascinado com isto. O que seria bem complicado, porque havia pouco espaço para filmar, mas queria de qualquer jeito. Uma das melhores histórias de Alice Munro acontecia exatamente dentro de um trem, em uma citação a Pacto Sinistro, de Alfred Hitchcock. Este acabou sendo o impulso que precisava.” , disse em entrevista.
 Confira o Pôster e sinopse:

ju3

“Julieta vive em Madri com sua filha Antía. Ambas sofrem em silêncio por conta da perda de Xoan, pai de Antía e marido de Julieta. Mas, quando a dor não aproxima as pessoas, ela separa. Quando Antía completa dezoito anos, ela abandona a mãe sem dar explicações. Julieta procura por ela de todas as maneiras, mas apenas descobre o quão pouco conhece sobre sua filha. JULIETA fala sobre a luta de uma mãe que vive uma incerteza. Mas fala também sobre destino, complexo de culpa e o mistério que nos leva a abandonar pessoas que amamos, a deletar pessoas de nossas vidas como se elas nunca tivessem representado nada, como se elas nunca tivessem existido.”

Assista ao trailer:

 

 

O longa estreou dia 07 de julho e recomendamos!

~M

FILME “ASSASSIN’S CREED”, ESTRELADO POR MICHAEL FASSBENDER GANHA SEGUNDO PÔSTER OFICIAL!

FILME “ASSASSIN’S CREED”, ESTRELADO POR MICHAEL FASSBENDER GANHA SEGUNDO PÔSTER OFICIAL!

Os fãs de games já podem comemorar o lançamento do longa “Assassin’s Creed”, inspirado no jogo homônimo de ação e aventura produzido pela Ubisoft. O filme  ganhou seu segundo pôster oficial e traz novamente a imagem de Callum Lynch (Michale Fassbender). O personagem está sobre uma torre observando a cidade, sob um céu enigmático.  Sob direção de Justin Kurzel (“Os Crimes de Snowtown” e “Macbeth: Ambição e Guerra”), o longa distribuído pela Fox Film do Brasil.

 

 

ASSAS2

Michael Fassbender

“Assassin’s Creed” também traz no elenco a vencedora do Oscar, a atriz Marion Cotillard (“Batman: O Cavaleiro das Trevas” e “Piaf: Um Hino ao Amor”). Produzido por New Regency, Ubisoft Motion Pictures, DMC Films e Kennedy/Marshall, o longa foi cofinanciado por RatPac Entertainment e Alpha Pictures, e conta com distribuição da 20th Century Fox.

 

 

 

assas4

Os atores Marion Cotillard e Michael Fassbender

Por meio de uma tecnologia revolucionária que destrava suas memórias genéticas, Callum Lynch (Michael Fassbender) experimenta as aventuras de seu ancestral, Aguilar, na Espanha do século XV. Callum descobre que é descendente de uma misteriosa sociedade secreta, os Assassinos, e acumula conhecimentos e habilidades incríveis para enfrentar a organização opressiva e poderosa dos Templários nos dias de hoje.

 

Confira a sinopse e Pôster:

 

 

“Callum Lynch (Michael Fassbender) descobre que é descendente de um membro da Ordem dos Assassinos e, via memória genética, revive as aventuras do guerreiro Aguilar, seu ancestral espanhol do século XV. Dotado de novos conhecimentos e incríveis habilidades, ele volta aos dias de hoje pronto para enfrentar os Templários. Versão para as telonas do game Assassin’s Creed.”

 

ASSAS1

 

 

Assista o trailer:

 

 

A estreia está prevista para janeiro de 2017.
Ansiosos?

 

Por ~M

Filme “Caça-Fantasmas” ganha novo trailer nacional. Confira!

Filme “Caça-Fantasmas” ganha novo trailer nacional. Confira!

Após 30 anos de sucesso desse marco do cinema, que mistura comédia e ficção científica, a Sony lança mais um longa, que promete agradar aos fãs. Confira os detalhes!
caca-fantasmas
ghostbusters2

A Sony Pictures divulga o novo trailer nacional de “Caça-Fantasmas”, filme que chega aos cinemas em julho, dirigido por Paul Feig e, a exemplo do clássico de 84, conta com um time de grandes nomes da comédia atual.

 

Confira o elenco:

 

ghostbusters3

 

Leslie Jones

ghostbusters7

Kate McKinnon

ghostbusters6

Kristen Wiig

ghostbusters5

Melissa McCarthy

ghostbusters4

 Chris Hemsworth

 

 

Confira o trailer:

 

 

Totalmente revitalizado, o filme conta com o astro Chris Hemsworth, dirigido pelo mestre da comédia, Paul Feig, e produzido por Ivan Reitman, que dirigiu “Os Caça-Fantasmas”, e Dan Aykroyd , além de contar com outras participações muito especiais de parte do elenco original.

 

Sinopse:

“Atualmente uma respeitada professora da Universidade de Columbia, Erin Gilbert (Kristen Wiig) escreveu anos atrás um livro sobre a existência de fantasmas em parceria com a colega Abby Yates (Melissa McCarthy). A obra, que nunca foi levada a sério, é descoberta por seus pares acadêmicos e Erin perde o emprego. Quando Patty Tolan (Leslie Jones), funcionária do metrô de Nova York, presencia estranhos eventos no subterrâneo, Erin, Abby e Jillian Holtzmann (Kate McKinnon) se unem e partem para a ação pela salvação da cidade e do mundo.”
O original:
ghostbusters-image
Os atores Harold Ramis, Ernie Hudson, Bill Murray e Dan Aykroyd no filme de 1984

Trinta e dois anos depois do sucesso do clássico, “Caça-Fantasmas” está de volta e revitalizado para a nova geração. O diretor Paul Feig combina todos os elementos paranormais que tornaram a franquia tão amada, com um elenco de novos personagens, interpretados pelos atores mais divertidos dessa geração. Para quem não se lembra, o elenco do original tinha  estrelas como Bill Murray (Dr. Peter Venkman), Dan Aykroyd (Dr. Ray Stantz), Harold Ramis (Dr. Egon Spengler), Ernie Hudson (Winston Zeddemore),  Sigourney Weaver (Dana Barrett/Zuul), Rick Moranis (Louis Tully / Vinz Clortho),  Annie Potts (Janine Melnitz), William Atherton (Walter Peck). Prepare-se para vê-los salvando o mundo!
Ansiosos?

Por ~M

‘O Lar das Crianças Peculiares': Conheça a adaptação do livro ‘O Orfanato da Srta. Peregrine’, dirigida por Tim Burton!

‘O Lar das Crianças Peculiares': Conheça a adaptação do livro ‘O Orfanato da Srta. Peregrine’, dirigida por Tim Burton!

Mais uma história atípica e porque não dizer: peculiar!
O longa ‘O Lar das Crianças Peculiares’ é uma adaptação inspirada no livro ‘O Orfanato da Srta. Peregrine’, do escritor Ransom Riggs, dirigido pela mente brilhante de ninguém menos que Tim Burton. Na história, Jacob Portman, interpretado pelo jovem ator Asa Butterfield, vai à uma ilha habitada onde em uma rúina de um orfanato habitam crianças com poderes sobrenaturais e  criaturas macabras. O personagem da Srta. Peregrine é interpretada por Eva Green (Vesper de 007- Cassino Royale), que cuida das crianças e as protege dos ataques dos monstros. O ator Samuel L. Jackson interpretará o personagem chamado Barron e o elenco conta ainda com a estrela Judi Dench. O roteiro adaptado do longa é assinado por Jane Goldman.

Confira:

 

peculiar1

 

 

orfanato2

 

Orfanato3

 

orfanato4

Os atores Eva Green e Asa Butterfield

 

Miss Peregrine's Home For Peculiar Children

A atriz Eva Green

 

Orfanato6

A atriz Judi Dench

 

 

Assista ao trailer:

Conheça a capa e a sinopse do livro:

 

 

Orfanato1

Capa nacional do livro

“Tudo está à espera para ser descoberto em O orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares, um romance inesquecível que mistura ficção e fotografia em uma experiência de leitura emocionante. Nossa história começa com uma horrível tragédia familiar que lança Jacob, um rapaz de 16 anos, em uma jornada até uma ilha remota na costa do País de Gales, onde descobre as ruínas do Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares. Enquanto Jacob explora os quartos e corredores abandonados, fica claro que as crianças do orfanato são muito mais do que simplesmente peculiares. Elas podem ter sido perigosas e confinadas na ilha deserta por um bom motivo. E, de algum modo – por mais impossível que pareça – ainda podem estar vivas. Uma fantasia arrepiante, ilustrada com assombrosas fotografias de época, O orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares vai deliciar adultos, adolescentes e qualquer um que goste de aventuras sombrias.”

 

 

A Série conta ainda com mais dois livros:

 

orfanato9

O primeiro livro da trilogia que foi adaptado é seguido pelo volume 2: “Hollow City” (Cidade Oca) e o terceiro volume: “Library of Souls” (Biblioteca das Almas).

 

Sobre Tim Burton:

 

 

 

orfanato8

Além de ter dirigido muitos filmes, que sempre tem a sua marca e expressão, o diretor é também escritor. Escreveu o livro”O Triste Fim do Pequeno Menino Ostra e Outras Histórias”, em 1997, que ganhou edição brasileira apenas em julho de 2007. Não esconde a preferência pelos atores Johnny Depp e a atriz Helena Bonham Carter, com quem foi casado e tem 2 filhos. O diretor tem filmes de enorme sucesso como “Edward Mãos de Tesoura”, “Os Fantasmas se Divertem”, “A Lenda do Cavaleiro sem Cabeça”, “A Fantástica Fábrica De Chocolate”, “A Noiva Cadáver”, “Alice no País das Maravilhas”, “Sombras da Noite”, “Abraham Lincoln – Caçador de Vampiros” e “Batman”.

 

O filme “O Orfanato da Srta. Peregrine Para Crianças Peculiares”  estreia nos cinemas no dia 29/09/16 e promete agradar aos leitores e fãs de Tim Burton.

Recomendamos, vale a pena conferir!.

Por ~M

Atualizado em 25/9/16.

“A Garota Dinamarquesa”: Saiba tudo sobre a adaptação cinematográfica estrelada por Eddie Redmayne!

“A Garota Dinamarquesa”: Saiba tudo sobre a adaptação cinematográfica estrelada por Eddie Redmayne!

Um dos filmes mais esperados de 2016, “A Garota Dinamarquesa”, protagonizado pelo ator Eddie Redmayne, vencedor do Oscar pela sua atuação como Stephen Hawking em “A Teoria de Tudo”.  O longa, dirigido por Tom Hooper (roteirista de “O Discurso do Rei” e “Os Miseráveis”), o filme conta a história verídica de Lili Elbe, considerada a primeira mulher transgênero da história a realizar uma cirurgia de mudança de sexo nos anos 30.
Lili, antes Einar Magnus Andreas Wegener, nasceu na Dinamarca. Artista plástico de sucesso, casou-se em 1904 com a ilustradora Gerda Gotillieb quando ainda se identificava como gênero masculino. O pintor passou a se identificar como mulher no início dos anos 20, ao passar a se vestir com roupas femininas e servir de modelo para as pinturas de sua esposa. O trabalho de Gerda ganhou ascensão e o casal se mudou para Paris. Lá Lili se sentiu mais livre, se permitindo a viver conforme a sua identidade e a assim aparecer em público, sempre com sua fiel companheira, Gerda. Esta, interpretada no filme pela atriz Alicia Vikander, desde o início apoiou o marido quando este assumiu sua identidade feminina. Juntas, enfrentaram o preconceito da sociedade. A partir daí, Lili viaja até a Alemanha e toma a decisão de se submeter a uma operação para redesignação sexual.

Veja as fotos:

 

garota3

 

garota4

garota1

 

garota2

 

garota5

 

garota9

 

 

Confira o trailer do filme:

 

 

 

 

O Livro:

A temática do livro, tão atual, chamou atenção para a história de Lili Elba, antes não tão conhecida. O livro foi lançado em 2002, mas hoje vem chamando atenção pela adaptação cinematográfica que estreia este ano. O destaque principal da obra é a transição de identidade de Einar para Lili. O preconceito da época, apesar de não ser o foco do livro, também é citado em algumas partes da história. A primeira edição do livro, foi lançada pela editora Rocco em 2002, como “A Moça de Copenhague”.

 

Confira a capa e a sinopse:

 

 

garota7

“Inspirado na história real do pintor dinamarquês Einar Wegener e sua esposa. David Ebershoff escreveu uma obra de ficção, como define em nota no final do livro. “Escrevi o romance a fim de explorar o espaço íntimo que definia esse casamento incomum. Estas páginas contêm alguns fatos importantes acerca da transformação de Einar, mas os detalhes da história são invenções da minha imaginação”, afirma Ebershoff. ‘A moça de Copenhague’ retrata uma quase esquecida história de amor entre um homem, que descobre sua verdadeira sexualidade, e uma mulher disposta a se sacrificar por ele, tendo como pano de fundo o glamour e a decadência da Europa da década de 1920. Trama ousada, inquietante, narrada com elegância e sutileza únicas. A nova edição do livro, lançada pelo selo Fábrica 231, da Editora Rocco, apresenta novo projeto gráfico, com a capa do pôster do filme e posfácio assinado pelo autor, David Ebershoff.”

O longa foi lançado em fevereiro, já acenando com um possível novo Oscar para Eddie Redmayne, ganhador da estatueta de melhor ator por A teoria de tudo, A garota dinamarquesa reconstrói a história de Lily Elbe, talvez a primeira transexual da história a fazer a cirurgia de redesignação sexual (ou “mudança de sexo”). Vivendo até a meia- idade como Einar, um pintor dinamarquês na Europa dos anos 1920 e 1930, ela teve a sorte de contar não apenas com um médico pioneiro, mas com uma mulher brilhante, generosa e apaixonada, sua própria esposa, Greta, para encontrar sua verdadeira identidade. Num momento em que as questões de gênero estão cada vez mais em voga, o aclamado romance de David Ebershoff, que volta às prateleiras com novo projeto gráfico, capa com o pôster do filme eposfácio assinado pelo autor, é um livro delicado e envolvente e uma leitura necessária nos dias atuais.

 

O Autor:

garota8

O escritor David Ebershoff

 

David Ebershoff é professor no curso de escrita literária da Universidade de Columbia e trabalha há muitos anos como editor na Random House. Originário da Califórnia, David mora hoje em Nova York. Ebershoff figurou duas vezes na lista anual das cem pessoas LGBT mais influentes, elaborada pela revista Out. A garota dinamarquesa, é seu romance de estreia, ganhou o Prêmio Literário Lambda de 2000, na categoria de ficção transgênero. Seus livros já foram traduzidos para vinte idiomas.

Por Dora

Edição por ~M

“O Regresso”: Conheça o filme inspirado no livro de Michael Punke e estrelado por Leonardo DiCaprio!

“O Regresso”: Conheça o filme inspirado no livro de Michael Punke e estrelado por Leonardo DiCaprio!

O esperado filme “O Regresso”, estrelado por Leonardo DiCaprio e dirigido por Alejandro G. Iñárritu, concorre em 12 categorias, liderando a corrida pelas estatuetas e contabilizando o maior número de indicações que um filme do diretor já recebeu na premiação.

REGRESSO2
Na cerimônia do Globo de Ouro em Los Angeles. “O Regresso” foi o longa com maior número de estatuetas, conquistando as principais categorias: Melhor diretor para Alejandro G. Iñárritu, melhor ator para Leonardo DiCaprio e melhor filme dramático.  A 20th Century Fox faturou 6 estatuetas no Globo de Ouro, com O Regresso, Joy e Perdido em Marte.
O longa é inspirado no livro homônimo de Michael Punke e é a promessa de cenas incríveis de ação, onde a crítica aclamou a atuação de DiCaprio. Conheça um pouco mais do filme e do livro.

 

Sinopse do filme:

 

 

REGRESSO1

“Inspirado em eventos reais, O REGRESSO é uma experiência cinematográfica imersiva e visceral, capturando a épica aventura de sobrevivência de um homem e o extraordinário poder do espírito humano. Numa expedição pelas florestas norte-americanas selvagens, o lendário explorador Hugh Glass (Leonardo DiCaprio) é brutalmente atacado por um urso e abandonado à morte pelos companheiros de sua própria equipe de caçadores. Para sobreviver, Glass resiste ao sofrimento inimaginável, bem como a traição de seu confidente John Fitzgerald (Tom Hardy). Guiado por pura força de vontade e amor à sua família, Glass deve enfrentar um inverno cruel e uma busca incessante para sobreviver e encontrar a redenção. O REGRESSO é dirigido e escrito pelo renomado cineasta, ganhador do Oscar Alejandro González Iñárritu (Birdman, Babel).”

 

O longa foi indicado para as  seguintes categorias:

– Melhor Filme

– Melhor Direção

– Melhor Figurino

– Melhor Fotografia

– Melhor Ator Coadjuvante (Tom Hardy)

– Melhor Ator (Leonardo DiCaprio)

– Melhor Efeitos Especiais

– Melhor Mixagem de Som

– Melhor Edição de Som

– Melhor Direção de Arte

– Melhor Maquiagem

– Melhor Edição.

A premiação foi  aguardada com muita ansiedade pelos fãs e críticos de cinema, pois há tempos DiCaprio tem sido indicado ao prêmio e segundo muitos, sendo injustiçado, pois suas atuações em Gangues de Nova York, Diamante de Sangue, O Aviador e O Grande Gatsby, foram dignas da premiação.
O longa venceu nas categorias;
Melhor ator (Leonardo DiCaprio…Uhuuuu!!!) , Melhor direção(Alejandro G. Iñárritu) e melhor fotografia(Emmanuel Lubezki).

 

Sinopse e Capa do livro:

 

 

untitled

Em 1823, os caçadores da Companhia de Peles Montanhas Rochosas desbravavam as terras inexploradas dos Estados Unidos, enfrentando diariamente o clima implacável, as feras selvagens e a ameaça constante de confronto com os índios, que defendiam suas terras da invasão dos homens brancos. Em uma das missões da companhia, Hugh Glass, um dos melhores e mais experientes caçadores do grupo, fica frente a frente com um urso- cinzento, é atacado e termina gravemente ferido, claramente sem chances de sobreviver. Os homens que deveriam esperar sua morte e lhe oferecer um funeral apropriado o abandonam, levando consigo as armas e os suprimentos. Entre delírios, Glass os observa fugindo e é tomado por um único desejo: vingança. Uma determinação cega que o torna capaz de atravessar quase cinco mil quilômetros de terras intocadas e selvagens, fugindo de predadores, sobrevivendo à fome e à agonia dos ferimentos mais terríveis, a fim de concluir seu objetivo. Inspirado em fatos reais e escrito em uma prosa arrebatadora, O regresso é uma notável história de obsessão, um romance sobre um homem cuja vida foi ao mesmo tempo salva e condenada pela sede de vingança.”

Qual a sua opinião? DiCaprio mereceu o Oscar?

Por ~M

Atualizado em 29/02/2016

Martin Scorsese assina a direção da adaptação cinematográfica do livro ‘O Silêncio’ de Shusaku Endô!

Martin Scorsese assina a direção da adaptação cinematográfica do livro ‘O Silêncio’ de Shusaku Endô!

O emblemático livro do japonês Shusaku Endô, falecido em 1996, está sendo adaptado pelo premiado diretor norte am3ericano Martin Scorsese (Taxi Driver, Os Infiltrados e mais uma infinidade de bons filmes). Tem estreia programada pro primeiro trimestre de 2016 e pode render mais dinheiro e polêmica do que a mega da virada online vem causando ultimamente.
Trata-se de O silêncio, cuja história nos é muito próxima, apesar de se passar no Japão do século XVII. Ele conta a trajetória de missionários portugueses, em especial a do padre jesuíta Rodrigues, que vai ao país do sol nascente a procura do colega padre Ferreira, “acusado” de ter apostatado, ou seja, ter abandonado a fé cristã.

martin scorsese1
Capa do livro

Sinopse :

“Profundo observador dos dramas do ser humano, Shusaku Endo revela em suas obras, não só a angústia da fé, como também a busca dos homens pela misericórdia de Deus. Em O Silêncio, seu mais aclamado romance, ele narra a saga de missionários católicos no Japão do século XVII, um período em que cristãos japoneses eram brutalmente oprimidos. A partir de cartas reais, Endo delineia o silêncio duro e sufocante ao qual, tanto jesuítas quanto cristãos, foram submetidos. Eles foram perseguidos, torturados até optarem por se calar eternamente mantendo sua fé ou apostatar e viver em eterno silêncio. O sucesso mundial de O Silêncio, assim como a força do seu enredo, motivou o renomado cineasta Martin Scorsese a expressar sua intenção de preparar uma adaptação cinematográfica. Oportunidade mais que adequada para mostrar que as questões levantadas por Endo, ainda hoje, estão presentes em todo o mundo. O prefácio escrito pelo tradutor da versão inglesa, responsável pela difusão da obra no Ocidente, não só contextualiza os personagens e os acontecimentos citados pelo autor, como também levanta as discussões que desde seu lançamento, em 1966, envolvem o livro.”

O momento histórico abordado é justamente o mais controverso da igreja, o tempo da inquisição. Responsável por queimar vivo, em praça pública, diversos “infiéis”, judeus ou quem ousasse questionar seus preceitos religiosos, os cristãos sofriam praticamente a mesma perseguição no Japão, cujas autoridades prezavam pela permanência do Xintoísmo e o Budismo  como religiões oficiais. Os portugueses eram aceitos em terras nipônicas pelo interesse comercial dos locais, que toleravam os jesuítas e faziam vistas grossas às conversões. Mas tudo mudou quando os holandeses, protestantes, conseguiram se sobressair nos negócios e investiram na expulsão e perseguição dos missionários, que foram capturados e torturados cruelmente. O livro tenta fazer um panorama desta situação, com ênfase na incapacidade de existir uma tolerância religiosa, nas implicações políticas e econômicas que as religiões acabam fazendo vir a tona e até faz lembrar os tempos atuais. Séculos depois, guardadas as devidas proporções, parece que nada mudou.

Scorsese convocou pra esta empreitada o roteirista Jay Cocks – de A Época da Inocência e Estranhos Prazeres – ainda nos anos de 1990.

martin scorsese

O diretor Martin Scorsese

Ele queria que o filme fosse o sucessor de Gangues de Nova Iorque, mas dificuldades com a produção acabaram adiando o sonho. Andrew Garfield, Liam Neeson e Adam Driver são os atores principais da película.

martin scorsese2

Gostaram da novidade?

~Q