Blog : Lançamentos

Fox Film divulga trailer do filme ‘Diário de Um Banana’, inspirado na obra de Jeff Kinney!

Fox Film divulga trailer do filme ‘Diário de Um Banana’, inspirado na obra de Jeff Kinney!

O longa ‘DIÁRIO DE UM BANANA: CAINDO NA ESTRADA’, é baseado no livro homônimo do escritor Jeff Kinney (do original ‘Diary of a Wimpy Kid’), que faz parte da série campeã de vendas. A família Heffley cai na estrada em uma viagem para participar da festa do nonagésimo aniversário de Meemaw, que obviamente, vai hilariantemente fora do curso planejado – graças ao novo esquema de Greg para (finalmente!) tornar-se famoso.

 

 

diario3

 

 

Trailer:

 

Conheça o livro:

 

 

diario2

 

“As férias do Greg tinham tudo para serem perfeitas, até que sua mãe vem com a bomba: eles farão uma viagem de carro em família. Bem, uma viagem desse tipo tem tudo para ser algo muito divertido… ou não, ainda mais se for a família do Greg. A jornada começa cheia de promessas, mas logo sofre reviravoltas dramáticas. Banheiros de posto de gasolina, gaivotas ensandecidas, malas perdidas, um porco faminto… Mas até a viagem mais desastrosa pode virar uma grande aventura – e desta os Heffley não vão se esquecer tão cedo.”

 

 

O filme estreia dia 10 de agosto exclusivamente nos cinemas da rede Cinemark.

Por Eliz Assumpção

Editora Nova Fronteira lança box com as grandes obras de Jane Austen em evento no Rio de Janeiro!

Editora Nova Fronteira lança box com as grandes obras de Jane Austen em evento no Rio de Janeiro!

Orgulho e Preconceito, Razão e Sentimento e Emma são os títulos escolhidos para compor a obra!
Em homenagem ao bicentenário de morte de Jane Austen, a Nova Fronteira está lançando um box com três dos mais importantes livros da escritora: Orgulho e Preconceito, traduzido pelo prestigiado Lúcio Cardoso, Razão e Sentimento e Emma, com a requintada tradução do poeta Ivo Barroso.
A Editora marca o lançamento com um evento imperdível no Rio de Janeiro, com a presença da nossa equipe, bem como leitores e fãs dessa escritora maravilhosa.

Sobre o evento:

Data: 30/06
Horário: 19h
Local: Travessa Botafogo, Rua Voluntários da Pátria, número 97, Botafogo, Rio de Janeiro (ao lado do metrô).
No evento teremos atividades com quiz, sorteios de livros / brindes e leitura de textos. Será um evento interativo com o público, não perca!
A Obra

‘Além de ser um dos maiores nomes da literatura inglesa, Jane Austen é também considerada um símbolo do feminismo, pelas mensagens que propagava em seus romances em pleno século XIX: noções de igualdade de gêneros, liberdade de expressão e conscientização quanto à posição das mulheres na sociedade.
Orgulho e preconceito foi escrito quando Jane tinha apenas 21 anos, mas o texto original foi recusado e a autora só conseguiu publicá-lo 17 anos depois, em 1813. O título da obra faz referência ao primeiro contato entre os personagens principais da história, Elizabeth Bennet e Fitzwilliam Darcy. Quando se conhecem em um baile, Mr. Darcy se mostra indiferente e extremamente orgulhoso em relação a Lizzy, uma jovem que vivia em condições bastante diferentes das do rapaz. Os dois passam então a viver uma relação de amor e ódio. Nesta comédia de costumes, a escritora inglesa mostra os perigos do julgamento à primeira vista e evoca as amizades, fofocas e vaidades da classe média provinciana. Com mais de 20 milhões de cópias vendidas em todo o mundo, Orgulho e preconceito tornou-se um dos romances mais populares da literatura.
O livro Razão e sentimento é tido como o primeiro grande romance inglês do século XIX e narra a história das irmãs Dashwood. Após a morte do pai, elas perdem toda a herança e precisam deixar o conforto da mansão onde moravam e passam a viver em um pequeno chalé. A obra tem como foco principal a diferença entre as personalidades das irmãs. Enquanto Elinor é racional, Mariane é emotiva e totalmente passional.
O último título do box, Emma, conta a história de uma jovem rica que vive com o pai e rejeita relacionamentos, mas uma das coisas que mais gosta de fazer é ajudar a formar casais na cidade onde vive. Ela então se torna uma espécie de cupido na pequena aldeia de Hartfield e vai em busca de pretendentes para uma amiga. Nessa jornada, a inexperiência e os erros de julgamento sobre as próprias emoções rendem a Emma muitas surpresas e decepções. Poucos romancistas conseguiram transmitir as sutilezas e nuances de seu próprio meio social com a inteligência e a perspicácia de Jane Austen. E essas três grandes obras são a prova da força de sua literatura, atravessando os séculos e conquistando gerações de leitores em todo o mundo.

 

 

 

box

 

Ficha técnica:

ISBN: 9788520938140

Formato: 15,5x23cm

Nº de páginas: 1.208

Preço sugerido: R$129,90

A Autora:

Jane Austen (1775-1817) nasceu na Inglaterra, viveu no seio de uma família da aristocracia rural britânica, mas, desde cedo, teve acesso à biblioteca de seu pai. Aos 15 anos, começou a escrever, como uma espécie de divertimento, mas não tardou a assumir definitivamente a carreira literária. Suas obras, movidas por uma ironia singular e centradas em aspectos cotidianos, adquiriram notoriedade, sendo adaptadas para o cinema e o teatro. A autora escreveu, além de romances, contos e peças teatrais.

310px-Jane_Austen_coloured_version

 

 

A Editora

A Nova Fronteira é considerada referência em qualidade editorial, além de ser uma das editoras mais respeitadas do país. Adquirida pela Ediouro em 2006, abriga em seu catálogo cerca de 3 mil títulos de autores consagrados da literatura nacional (João Guimarães Rosa, Mário de Andrade, Rubem Fonseca, Nelson Rodrigues, Carlos Heitor Cony, Caio Fernando Abreu, Millôr Fernandes) e internacional (Simone de Beauvoir, Jean-Paul Sartre, Albert Camus, T.S. Eliot, Bertrand Russell), assim como grandes nomes da literatura brasileira para crianças e jovens (Maria Clara Machado, Sylvia Orthof, Roger Mello, Walmir Ayala, Rui de Oliveira) e traduções primorosas de clássicos universais (por Barbara Heliodora, Ivo Barroso, Ivan Junqueira).’

Fonte: Editora Nova Fronteira

Por Eliz Assumpção

~M

CONFEITARIA COLOMBO CELEBRA OBRA DE JANE  AUSTEN NO BICENTENÁRIO DA MORTE DA AUTORA!

CONFEITARIA COLOMBO CELEBRA OBRA DE JANE AUSTEN NO BICENTENÁRIO DA MORTE DA AUTORA!

Você é fã de Jane Austen? Então prepare- se para essa grande surpresa que promete surpreender tanto os fãs, quanto os leitores amantes dos clássicos!

Situada no Centro da Cidade do Rio de Janeiro, a tradicional Confeitaria Colombo já é ponto obrigatório tanto para turistas, como cariocas, tanto pela sua história e arquitetura, que combina o clássico dos tempos da Belle Époque, como pelo excelente serviço, atendimento e 0 cardápio maravilhoso. Tomar um chá ou café na Colombo é uma viagem no tempo, mais precisamente no século XIX, simplesmente uma experiência ímpar. Seja pela louça impecável ou pelo piano imponente, ou quem sabe pelos lustres de cristais ou pelos belíssimos espelhos trabalhados. Pelo seu conjunto é considerada um dos mais belos cafés do mundo e sem sombra de dúvidas, faz parte do melhor da história da cidade maravilhosa. Então prepare-se para esse evento que promete!

‘Em 2017 completam-se 200 anos da morte da importante autora Jane Austen. Conhecida por romances clássicos como Razão e Sensibilidade e Orgulho e Preconceito, a escritora é aclamada por inúmeros fãs apaixonados ao redor do mundo. Para festejar a obra de Jane Austen, a Confeitaria Colombo oferece no dia 18 de julho um Chá da Tarde especial, com diversas atrações para os admiradores da britânica.

jane3

A programação inclui a apresentação do duo musical The Biedermeiers, que executa música clássica utilizando instrumentos históricos. O evento terá ainda a participação do grupo Damas de La Botica da Jane, com figurinos de época, que vão produzir os convidados com acessórios para fotos impressas na hora. Para a gastronomia, o chef Thiago Faro prepara receitas deliciosas e super tradicionais.

jane2

A tarde terá ainda um sorteio de edições especiais de livros da Jane Austen, realizado em parceria com a Livraria da Travessa, brindes especiais desenvolvidos especialmente pela Confeitaria Colombo, entre outras surpresas.

O Chá da Tarde especial Jane Austen acontece das 17h às 20h. O ingresso custa R$ 98.

É necessário reservar com antecedência pelo telefone 2505-1500 ou pelo email contato@confeitariacolombo.com.br.

SERVIÇO: Confeitaria Colombo
Endereço: Rua Gonçalves Dias, 32 – Centro, Rio de Janeiro, RJ. Telefone: 2505-1500.’

Por Eliz Assumpção

~M

Release Confeitaria Colombo

Lançamento do filme “ANTES QUE EU VÁ “, baseado no livro homônimo de Lauren Oliver. Confira o trailer!

Lançamento do filme “ANTES QUE EU VÁ “, baseado no livro homônimo de Lauren Oliver. Confira o trailer!

“E se hoje fosse o único dia do resto da sua vida?”

 

O longa do original ‘Before I Fall’ é baseado no livro homônimo da autora norte-americana Lauren Oliver. A mais nova edição do livro traz o cartaz do filme estampado na capa e já está disponível nas livrarias de todo o País.

 

 

POSTER

 

Sinopse:

“O filme explora o dia a dia de Samantha Kingston (Zoey Deutch), uma aluna do Ensino Médio, que tem tudo: o namorado atencioso, incrível melhores amigos e roupas para uma produção deslumbrante. 12 de fevereiro é apenas mais um dia encantado na vida de Sam, até que ela fica presa e revive essas 24 horas durante uma semana inexplicável. Quando Sam desvenda o mistério, ela descobre o verdadeiro valor de tudo e se dá conta do que está prestes a perder.”

 

 

Confira o trailer: Aqui.

Ficha Técnica:
Direção: Ry Russo-Young
Elenco: Zoey Deutch, Halston Sage, Elena Kampouris, Logan Miller, Kian Lawley, Diego Boneta.


Estreia nacional: 18 de maio de 2017 pela Paris Filmes.

Por Eliz Assumpção
~M

Os 13 Porquês: Conheça a história do livro e a série incrível do Netflix!

Os 13 Porquês: Conheça a história do livro e a série incrível do Netflix!

Conheça Hannah. Hannah Baker. Uma garota não muito diferente de qualquer outra do ensino médio. Ela tem sonhos, paixões, pressões familiares e tantas outras coisas dos quais se preocupar. E assim como muitas outras garotas, Hannah é uma vítima de bullying. E, infelizmente, como em muitos casos, ela tirou sua vida. Em uma adaptação do livro “Os 13 porquês”, do autor Jay Asher, a série “13 reasons why” está tirando o sono de muita gente. Com um acerto em cheio, não há como negar que o Netflix acaba de lançar uma de suas melhores séries originais até o momento.

 

Oi, é a Hannah. Hannah Baker. Isso mesmo. Não ajuste seu… o que quer que esteja usando para ouvir isso. Sou eu, ao vivo e em estéreo. Sem promessa de retorno, sem bis, e, desta vez, sem atender a pedidos. Pegue um lanche. Acomode-se. Porque vou contar a história da minha vida. Mais especificamente por que minha vida terminou. Se você está ouvindo esta fita… você é um dos porquês”.

 

A HISTÓRIA

Tanto a obra como a série, seguem, em termos gerais, esta linha de raciocínio, abordando a temática de formas relativamente distintas, mas com o mesmo objetivo de levantar a discussão sobre o bullying, uma questão ainda pouco discutida.  Bom, vamos aos principais fatos que deram vida a obra e à série. Como a própria sinopse nos conta, ao voltar da escola, Clay Jensen encontra na porta de casa um misterioso pacote com seu nome. Dentro, ele descobre várias fitas cassetes. O garoto ouve as gravações e se dá conta de que elas foram feitas por Hannah Baker, uma colega de classe e antiga paquera, que cometeu suicídio duas semanas atrás.
Nas fitas, Hannah explica que existem treze motivos que a levaram à decisão de se matar, sendo cada um desses associados a uma pessoa especifica, incluído o próprio Clay. Agora ele precisa ouvir tudo até o fim para descobrir como contribuiu para esse trágico acontecimento.
Como podemos ver, o objetivo de Clay é embarcar em uma jornada, em sua maior parte extremamente dolorosa, para entender o que levou Hannah a se matar.  Isso, através de 13 fitas que não apenas justificam sua morte, mas que também apontam seus principais contribuintes.

 

13 three

 

Confira o pôster da série:

 

 

13 one

LIVRO X SÉRIE

A construção da jornada de Clay é abordada de forma bem diferente na série, em que um universo muito mais amplo é explorado. Diferente da obra de Jay Asher, que busca focar exclusivamente nos porquês de Hannah, a série explora, além dos porquês, também as consequências que se formam a partir das fitas e da própria morte de Hannah. Ou seja, enquanto o livro busca focar muito mais em contar acontecimentos passados, a série fará uma comparação entre passado e presente (pós morte de Hannah). Por conta disso, é compreensível que a participação de personagens pouco explorados no livro, passam a serem muito mais ativos na série.

Um bom exemplo disso são os outros “acusados” nas fitas. Assim como no livro, a série é narrada por Clay e Hannah, sendo eles claramente os principais personagens da trama. Entretanto, também veremos fortes acontecimentos dos outros personagens das fitas e a forma que estes estão lidando com as acusações de Hannah. Outro caso bem explicito é a questão do julgamento contra a escola. Por conta de o livro explorar apenas Clay ouvindo as questões passadas, não há muito espaço para a participação dos pais de Hannah. Não que não tenha sido possível que eles realmente terem optado por processar o colégio (seria algo bem justificável na vida real), mas não é tema de discussão do livro.

 

Sinopse e capa do livro:

 

“Ao voltar da escola, Clay Jensen encontra na porta de casa um misterioso pacote com seu nome. Dentro, ele descobre várias fitas cassetes. O garoto ouve as gravações e se dá conta de que elas foram feitas por Hannah Baker, uma colega de classe e antiga paquera, que cometeu suicídio duas semanas atrás. Nas fitas, Hannah explica que existem treze motivos que a levaram à decisão de se matar. Clay é um desses motivos. Agora ele precisa ouvir tudo até o fim para descobrir como contribuiu para esse trágico acontecimento.”

13 two

Capa do livro

 O tempo também é um fator distinto entre livro e série. Visto que o livro é centrado nos porquês de Hannah, não há a necessidade, em questões de texto mesmo, estender a jornada de Clay. Ou seja, ele ouve as fitas em um percurso de tempo muito mais curto que na série, que, obviamente, por conta de seu roteiro muito mais amplo, requer que Clay ouça em um passo muito mais lento as fitas. Muitas outras questões foram adaptadas ou simplesmente modificadas, mas, de longe, a mudança mais chocante é a forma em que Hannah se mata. Diferente do livro, em que Hannah toma remédios, a série optou por uma abordagem muito mais sangrenta. Podemos talvez presumir que, além do impacto cinematográfico de uma morte com muito mais sangue, talvez o objetivo era mesmo criar esse choque no telespectador.

CRÍTICA DA SÉRIE

Não há como assistir essa adaptação e não apontar algumas questões críticas. Pode não ter sido a primeira vez que a questão do bullying foi abordado pela mídia, mas foi com certeza a primeira vez em que a vimos em tão larga escala. As redes sociais foram dominadas e com certeza penetrou nas casas de muita gente.
Além de levantar a questão do bullying, a série conseguiu adaptar o livro de uma forma em que o telespectador realmente se identificasse com a trama, isso, através não apenas de um bom roteiro adaptado, mas também uma ótima escolha de elenco. As pessoas conseguiram se enxergar nos personagens, nos comportamentos mais explícitos, até os mais banais. Além disso, ele apresentou uma série de aprendizagem, como o fato de que a depressão não carrega um “rosto”. Ela pode ser encontrada em qualquer pessoa, desde a mais linda, popular e “perfeita” da turma, até a pessoa mais socialmente afastada. Além disso, buscou nos ensinar que cada um tem sua vida, seu contexto e sua verdade, em que não cabe a nós interferirmos ou julgarmos. Ela também buscou nos mostrar como é importante nos enxergarmos como seres humanos que não apenas respiram, mas que sentem, sentem muito, e que estão sujeitos a enfrentarem dados situações de “n” formas diferentes. Outra questão que foi muito bem abordada é como nós mesmo também podemos ser um dos “porquês”, com ou sem intenção. Que nós também podemos ser influenciados pelo “bando” e que esquecemos muito do próximo ao longo deste percurso.

AJUDA

Um dado curioso que percebemos em relação a morte de Hannah é que ela compreendeu que, ao se matar, ela na verdade estava assumindo controle em relação a sua vida. As pessoas não teriam mais a capacidade de machucá-la. Infelizmente, são muitas as situações em que o comportamento de Hannah se repete na nossa realidade atual.
Segundo a Organização Mundial da Saúde, o suicídio já é a segunda maior causa de mortes entre os jovens, sendo o bullying um dos principais motivos. Além disso, só nos Estados Unidos, cerca de 160 mil estudantes deixam de ir para a escola diariamente por conta do bullying. O bullying ainda é um tema considerado “tabu” nas mesas de discussão, tendo poucos lugares para buscar ajuda. No Brasil, por exemplo, são pouquíssimos os exemplos. Entretanto, não podemos deixar de reforçar o discurso de que a pessoa precisa e deve procurar ajuda.

Assista ao Trailer:

 

O autor:

Jay Asher é um escritor americano contemporâneo de romances adolescentes. Ele nasceu em Arcadia, Califórnia em 30 de Setembro de 1975. Cresceu numa família que o encorajou em todos os seus hobbies, de tocar guitarra à escrever histórias. Ele escreveu o livro “Os 13 Porquês” (Thirteen Reasons Why), Piper, What Light, O Futuro de nós dois ( The future of Us).

Jay_asher_2011

O escritor Jay Asher

A produção da série  é da atriz/ cantora Selena Gomez em conjunto com o Netflix e é um dos maiores sucessos da atualidade. Recomendamos!

Por Yasmin Marie
Edição ~M

O Vendedor de Sonhos: conheça a história do filme inspirado no livro de Augusto Cury!

O Vendedor de Sonhos: conheça a história do filme inspirado no livro de Augusto Cury!

“Não tenha medo do caminho, tenha medo de não caminhar.”

 

‘O Vendedor de Sonhos’, filme estrelado pelos atores  Dan Stulbach, Cesar Trancoso, entre outros e dirigido por Jayme Monjardim, promete ser uma história cativante, fazendo jus a obra do escritor e psicoterapeuta Augusto Cury. O longa inspirado em um dos livros mais vendidos no país,  traz uma mensagem de reflexão, esperança e paz.

 

vendedor2

Os atores Thiago Mendonça , Dan Stulbach e Cesar Trancoso, com o diretor Jayme Monjardim (terceiro da esquerda para direita)


 

vendedor

 

 

Sinopse do filme:

“Adaptação do best-seller homônimo do psicoterapeuta e escritor Augusto Cury. Júlio César, um psicólogo decepcionado com a vida em geral, tenta o suicídio, mas é impedido de cometer o ato final por intermédio de um mendigo, o “Mestre”. Uma amizade peculiar surge entre os dois e, logo, a dupla passa a tentar salvar pessoas ao apresentar um novo caminho para se viver.”

 

 

Assista ao trailer do filme:

 

 

 

CONHECENDO MAIS SOBRE O LIVRO

O livro de Augusto Cury  foi lançado pela Editora Planeta , é considerado um best- seller com mais de 8 milhões de exemplares vendidos. O autor já lançou mais de 20 livros, sempre batendo recorde de vendas e de público.

Capa e sinopse do livro:

 

 

 

o-vendedor-de-sonhos

“Um homem maltrapilho e desconhecido tenta impedir que um intelectual se suicide. Um desafio que nem a polícia nem um famoso psiquiatra tinham sido capazes de resolver. Depois de abalá-lo e resgatá-lo, esse homem, de quem ninguém sabe a origem, o nome ou a história, sai proclamando aos quatro ventos que as sociedades modernas se converteram em um hospício global. Com uma eloquência cativante, começa a chamar seguidores para vender sonhos em uma sociedade que deixou de sonhar. Nada tão belo e tão estranho. “

O filme estreia dia 8/12  nos cinemas e o lançamento do filme é pelo Estudio Warner Bros.

Recomendamos!

Por ~M

Conheça a história incrível do filme “Sully: O Herói do Rio Hudson”, estrelado por Tom Hanks e dirigido por Clint Eastwood!

Conheça a história incrível do filme “Sully: O Herói do Rio Hudson”, estrelado por Tom Hanks e dirigido por Clint Eastwood!

Nessa matéria especial temos a opinião de duas colaboradoras em dobradinha Rio/ São Paulo da nossa equipe Leitores Depressivos, sobre um filme incrível que recomendamos: Sully: O Herói do Rio Hudson!

 

“Baseado em fatos reais e em memórias diretamente retiradas do livro Highest Duty: My Search For What Really Matters, de Chelsey ‘Sully’ Sullenberger e Jeffrey Zaslow, o filme Sully: O Herói do Rio Hudson pode ser considerado um Marvel da vida real. Ou seja, uma verdadeira aventura de heróis.

sully1

Livro Highest Duty: My Search For What Really Matters

 

Dirigido pelo consagrado Clint Eastwood (Sobre Meninos e Lobos, Menina de Ouro), a trama é daqueles filmes que fazem a gente sorrir, sofrer, chorar e comemorar tudo ao mesmo tempo. Com atuações brilhantes, principalmente do protagonista Tom Hanks, o filme já está sendo sondado como um possível concorrente ao Oscar. Para aqueles que não se lembram, os norte-americanos foram surpreendidos em pleno começo de ano (2009), com o pouso de um avião no Rio Hudson, Nova Iorque. Entretanto, o filme contará muito mais sobre os dias que seguiram o incidente, em que uma investigação busca entender não apenas as causas da queda do avião, mas também a escolha do piloto Sully (Tom Hanks) em optar por uma aterrissagem na água – considerada uma das mais perigosas a se realizar.
Através da turbulenta reação de Sully após o aterrissagem, o filme busca apresentar ao público diferentes aspectos humanos e psicológicos que podem se manifestar durante momentos de grande transtorno. Optando por cruzar relatos do passado com acontecimentos do presente, o filme argumenta e expõem muito bem todos os aspectos em torno do milagroso pouso. Com uma estreia em terras brasileiras no mês de dezembro, o filme é sem dúvida uma das melhores apostas para o fim do ano.”

Por Yasmin Marie

****

Poster do filme:

sully2

 

Confira o trailer do filme:

 

 

Sinopse do filme:

“15 de janeiro de 2009. Logo após decolar do aeroporto de LaGuardia, em Nova York, uma revoada de pássaros atinge as turbinas do avião pilotado por Chesley “Sully” Sullenberger (Tom Hanks). Com o avião seriamente danificado, Sully não vê outra alternativa senão fazer um pouso forçado em pleno rio Hudson. A iniciativa é bem sucedida, com todos os 150 passageiros a bordo sendo salvos. Tal situação logo transforma Sully em um grande herói nacional, o que não o isenta de enfrentar um rigoroso julgamento interno coordenado pela agência de regulação aérea nos Estados Unidos.”

 

****

“O dia 15 de Janeiro de 2009, era pra ser apenas mais um dia comum na carreira do renomado piloto de avião Chesley Sully Sullenberger e dos passageiros que estavam à bordo do Vôo US Airways 1549, se não fosse o incidente ocasionado por um bando de pássaros, que atingiram as turbinas de sua aeronave, ocasionando uma perda de potência tanto na turbina esquerda, quanto na direita, minutos após a decolagem do aeroporto de LaGuardia, em Nova York. Os 208 segundos, foi o tempo necessário para Sully agir da melhor maneira em que poderia ter agido e dissipar a tragédia que acabara de ser iniciada. O pouso de emergência que salvou a vida de 155 pessoas naquela manhã, trouxe bem mais do que sucesso para Sully ou reconhecimento como um verdadeiro herói. O milagre do Rio Hudson, acarretou em um dos mais rudes julgamentos da história da agência reguladora aeroespacial dos Estados Unidos e com absoluta certeza, trouxe também indagações pessoais à Sully, que na verdade, o tempo inteiro fazia questão de ressaltar uma única coisa: a importância da humanidade nos julgamentos. Em meio ao caos instalado por uma sociedade do consumo, cujo principal objetivo é adquirir ainda mais força e retroalimentar seu sistema, a bondade e o belo caráter de nosso herói, que em momento algum tomou as honras sozinho, fizeram todos em seu julgamento enxergar de modo diferente e ainda mais real o que, de fato, havia acontecido no ar. “Nunca ninguém foi treinado para um incidente como esse.”
A sensibilidade que o roteirista Todd Komarnicki traz ao filme, junto com a brilhante direção de Clint Eastwood, reforça questões esquecidas pela correria do nosso dia-a- dia e o quanto banalizamos a responsabilidade que cada um deve exercer dentro desta sociedade. Tom Hanks fez com que o milagre do Rio Hudson ganhasse ainda mais força e sem dúvidas, Eastwood não poderia ter feito escolha melhor para o papel do piloto Sully.
O episódio real, transmitido cenograficamente nas telas do Brasil no dia 2 de Dezembro, promete te deixar pensativo e ao mesmo tempo, com muita vontade de reformular o seu caráter humano em apenas 1 hora e 36 minutos de muita emoção. Não perca a oportunidade de viver essa emoção! Corra para garantir seu ingresso!”

Recomendamos!

Por Rafaella Salles

Edição por ~M

Sobre Risos, Drinks & Dates: mais de 50 crônicas inspiradas em experiências sobre as relações humanas!

Sobre Risos, Drinks & Dates: mais de 50 crônicas inspiradas em experiências sobre as relações humanas!

Nanda Pimentel, bisneta do escritor, poeta e jornalista, Luís Antônio Pimentel,  chega ao mercado editorial trazendo muita irreverência e sensibilidade em “Sobre Risos, Drinks & Dates”. Produção será lançada no dia 8 de dezembro, no Mariner Gastronomia, em Niterói.

A niteroiense Nanda Pimentel, de 34 anos, vai lançar a primeira publicação da carreira no dia 8 de dezembro, o livro “Sobre Risos, Drinks & Dates”, da Autografia Editora. Entre histórias narradas por personagens fictícios criados por ela, como os irreverentes Lucrécio Armando, Brigitte F. e Barbarella de Boá e outras assinadas por ela mesma, sem os pseudônimos, as cerca de 50 crônicas, falam de situações do cotidiano e de olhares sobre as questões humanas: amor, saudade, amizade, encontros, desencontros, desejo, medo, entre outras, embalam as narrativas. Em novembro de 2015, a jornalista lançou uma fanpage no Facebook, cujo nome dá título ao livro.

 

 

nanda1

Em menos de um ano, a página “Sobre Risos, Drinks & Dates” conquistou mais de 15 mil seguidores. O sucesso na rede despertou o desejo da autora de transformar as crônicas em livro. A primeira reunião com uma editora, já resultou na publicação.

 

nanda2

Jornalista e escritora Nanda Pimentel

 

“Escrever é, para mim, algo renovador, que parte de dentro, do peito, do fundo, da alma. Escrever também requer inspiração, claro. Ouso dizer que minha vida, apelidada de novela mexicana pelos íntimos, cumpriu direitinho este papel. No meu caso, qualquer semelhança com a realidade é mera meia coincidência”, conta Nanda, que é bisneta do escritor, poeta e jornalista, Luís Antônio Pimentel, conhecido como “a memória de Niterói” e que faleceu em 2015, aos 103 anos.

A noite de autógrafos de “Sobre Risos, Drinks e Dates” acontece, no dia 8 de dezembro, às 19h, no Mariner Gastronomia, no Hotel Mercure Niterói Orizzonte, no Gragoatá, em Niterói. O lançamento terá participação especial da atriz, modelo e apresentadora, Babi Xavier, que irá fazer leitura de algumas crônicas para o público.
Lançamento do livro “Sobre Risos, Drinks & Dates”
Dia: 8 de dezembro
Hora: a partir das 19h
Local: Mariner Gastronomia – Hotel Mercure Niterói Orizzonte (localizado na Rua Engenheiro Roberto Velasco Cardoso, 321 – Gragoatá – Niterói – RJ).
Entrada franca

 

 

 

Confira a divulgação da sequência de “Blade Runner”, inspirada na obra de Philip K. Dick!

Confira a divulgação da sequência de “Blade Runner”, inspirada na obra de Philip K. Dick!

A Sony Pictures divulga uma nova arte conceitual da sequência de “Blade Runner”, que chega aos cinemas no segundo semestre de 2017.

 

blade
O novo filme se passa décadas depois do original de 1982, com Harrison Ford vivendo novamente o icônico Rick Deckard. Além de Ford, o filme é estrelado por Ryan Gosling, Robin Wright, Ana de Armas, Sylvia Hoeks, Carla Juri, Mackenzie Davis, Barkhad Abdi, David Dastmachian e Hiam Abbass. A produção executiva conta com Ridley Scott, que dirigiu o primeiro filme.
A sequência conta com a direção de Denis Villeneuve, que afirma que “Ridley Scott teve a ideia genial de unir ficção científica com film noir para criar essa visão única da condição humana. O novo ‘Blade Runner’ é uma extensão do primeiro filme Blade Runner – Caçador de Androides, inspirado no Livro “Androides Sonham Com Ovelhas Elétricas?” do escritor Philip K. Dick, publicado no Brasil pela Editora Aleph.

Conheça a capa e sinopse do livro:

androides-sonham-com-ovelhas-eletricas

“Rick Deckard é um caçador de recompensas. Ao contrário da maioria da população que sobreviveu à guerra atômica, não emigrou para as colônias interplanetárias após a devastação da Terra, permanecendo numa San Francisco decadente, coberta pela poeira radioativa que dizimou inúmeras espécies de animais e plantas. Na tentativa de trazer algum alento e sentido à sua existência, Deckard busca melhorar seu padrão de vida até que finalmente consiga substituir sua ovelha de estimação elétrica por um animal verdadeiro; um sonho de consumo que vai além de sua condição financeira. Um novo trabalho parece ser o ponto de virada para Rick: perseguir seis androides fugitivos e aposentá-los. Mas suas convicções podem mudar quando percebe que a linha que separa o real do fabricado não é mais tão nítida como ele acreditava. Em Androides Sonham com Ovelhas Elétricas?, Philip K. Dick cria uma atmosfera sombria e perturbadora para contar uma história impressionante, e, claro, abordar questões filosóficas profundas sobre a natureza da vida, da religião, da tecnologia e da própria condição humana.”

 

Os fãs de ficção científica aguardam com ansiedade por este novo longa.

Por ~M.

FILME “ASSASSIN’S CREED”, ESTRELADO POR MICHAEL FASSBENDER GANHA SEGUNDO PÔSTER OFICIAL!

FILME “ASSASSIN’S CREED”, ESTRELADO POR MICHAEL FASSBENDER GANHA SEGUNDO PÔSTER OFICIAL!

Os fãs de games já podem comemorar o lançamento do longa “Assassin’s Creed”, inspirado no jogo homônimo de ação e aventura produzido pela Ubisoft. O filme  ganhou seu segundo pôster oficial e traz novamente a imagem de Callum Lynch (Michale Fassbender). O personagem está sobre uma torre observando a cidade, sob um céu enigmático.  Sob direção de Justin Kurzel (“Os Crimes de Snowtown” e “Macbeth: Ambição e Guerra”), o longa distribuído pela Fox Film do Brasil.

 

 

ASSAS2

Michael Fassbender

“Assassin’s Creed” também traz no elenco a vencedora do Oscar, a atriz Marion Cotillard (“Batman: O Cavaleiro das Trevas” e “Piaf: Um Hino ao Amor”). Produzido por New Regency, Ubisoft Motion Pictures, DMC Films e Kennedy/Marshall, o longa foi cofinanciado por RatPac Entertainment e Alpha Pictures, e conta com distribuição da 20th Century Fox.

 

 

 

assas4

Os atores Marion Cotillard e Michael Fassbender

Por meio de uma tecnologia revolucionária que destrava suas memórias genéticas, Callum Lynch (Michael Fassbender) experimenta as aventuras de seu ancestral, Aguilar, na Espanha do século XV. Callum descobre que é descendente de uma misteriosa sociedade secreta, os Assassinos, e acumula conhecimentos e habilidades incríveis para enfrentar a organização opressiva e poderosa dos Templários nos dias de hoje.

 

Confira a sinopse e Pôster:

 

 

“Callum Lynch (Michael Fassbender) descobre que é descendente de um membro da Ordem dos Assassinos e, via memória genética, revive as aventuras do guerreiro Aguilar, seu ancestral espanhol do século XV. Dotado de novos conhecimentos e incríveis habilidades, ele volta aos dias de hoje pronto para enfrentar os Templários. Versão para as telonas do game Assassin’s Creed.”

 

ASSAS1

 

 

Assista o trailer:

 

 

A estreia está prevista para janeiro de 2017.
Ansiosos?

 

Por ~M