Blog : Resenhas

“A GAROTA SEM PASSADO”: o suspense incrível do escritor Michael Kardos. Confira!

“A GAROTA SEM PASSADO”: o suspense incrível do escritor Michael Kardos. Confira!

“É assim que nos sabemos vivos: estamos equivocados. Talvez o melhor a fazer seja ignorar se estamos certos ou errados quanto às pessoas e simplesmente deixar as coisas seguirem seu curso. Mas se você consegue fazer isso… bem, sorte a sua”.

“Ele não deveria ter ido até ali. O passado era como um peixe tirado do mar: escorregadio e nunca tão bonito quanto você imaginava”.

Meg Miller está viva, e agora seu nome é Melanie Denison, e passou os últimos anos escondida com os tios. Depois de anos escondida ela acaba querendo conhecer o mundo, e apesar de toda superproteção dos tios, Melanie namora um professor e acaba engravidando, e depois disso começa a pensar em como será sua vida dali em diante, como será viver com medo para sempre do seu pai, e como seu filho irá viver? Depois de tanto pensar, decide contar para o namorado toda sua história.
Os tios de Melanie, ao longo da sua vida, foi contando sua história aos poucos, até chegar o momento que eles contaram, que o próprio Pai matou sua Mãe. Mesmo não tendo nenhuma liberdade e nenhum acesso a internet, ela descobre as cartas em que os Policiais mandavam, dando informações sobre o paradeiro de seu pai.
A história também é contada por Ramsey, e ele consegue transmitir todos os sentimentos ao longo de sua vida, desde a sua infância até aquele domingo de setembro de 1991. O autor consegue transmitir as inseguranças e ao mesmo tempo a força desse personagem, que super me cativou.
Depois de vazar uma imagem de Melanie e seus tios querer proibir até ela de estudar, ela decide que não quer viver para sempre com esse medo, e muito menos que seu filho sinta esse mesmo medo, então ela decide ir para sua cidade natal, para achar o seu pai e entrega-lo a justiça, mas muitas serão as descobertas e surpresas.
O inicio do livro é narrado por um ex jornalista, Arthur Goodale, bastante doente como ele mesmo narra, e não consegue esquecer o crime de 1991, a qual ainda não foi solucionado. Ele escreve um blog, em que volta e meia fala sobre Meg Miller e sua mãe, a qual ele o nomeou como seu caso Moby Dick, e ele achava que ia morrer antes de capturar o assassino. O livro tem uma narrativa bem leve e fácil de ser lido, o que torna a leitura mais rápida, e de um aproveitamento excelente, o autor soube como casar passado e presente sem deixar qualquer ponta solta e, mais importante do que isso, envolver a cada novo capítulo. Como os capítulos intercalam o ponto de vista e o tempo, ou seja, não seguem uma ordem cronológica, as revelações surpreendem e surgem como peças de um enorme quebra-cabeça. Um quebra-cabeça montado com precisão e maestria. Apesar de ser um suspense, não vai ter aquela característica de gato e rato, nem conspiração, e nem cenas de ação, o livro é mais focado no lado psicológico da trama, fazendo com que o leitor se pergunte o porquê de certas atitudes de Ramsey.

Conheça a sinopse e capa:

 

gar1

“Num domingo de setembro de 1991, Ramsey Miller deu uma festa em casa para os vizinhos. Depois, assassinou a esposa e a filha de 3 anos. Todo mundo na pacata cidade de Silver Bay conhece a história.
Só que todos estão errados. A menina escapou. Sob o nome falso de Melanie Denison, ela passou os últimos quinze anos escondida com os tios numa cidadezinha remota. Nunca pôde viajar, ir a uma festa na escola ou ter internet em casa, porque Ramsey jamais foi encontrado e poderia ir atrás dela a qualquer momento.
Mas, apesar das rígidas regras de segurança impostas pelos tios, Melanie se envolve com um jovem professor da escola local e engravida. Ela decide que seu filho não terá a mesma vida clandestina que ela e, para isso, volta a Silver Bay para fazer o que nem os investigadores locais, nem a polícia federal, nem o FBI conseguiram: encontrar seu pai antes que ele a encontre.”

 

Sobre o autor:

gar11

O autor Michael Kardos

Michael Kardos é escritor de romances e contos, que já foram publicados em revistas especializadas e lhe renderam diversos prêmios literários. Cresceu em Nova Jersey, formou-se em música na Universidade de Princeton e foi baterista profissional por muitos anos. Depois que terminou o doutorado, tornou-se um dos diretores do programa de escrita criativa da Universidade Estadual do Mississippi.

O livro é lançamento da Editora Arqueiro. Recomendamos!

Por Keidma Ferreira

Edição ~M

Conheça o livro ‘Como se Fosse Magia’ de Bianca Briones!

Conheça o livro ‘Como se Fosse Magia’ de Bianca Briones!

Eva é uma escritora que vive sozinha com seus gatos, não tem família, mas tem um grande amigo que também é seu empresário e que acredita na capacidade dela conseguir terminar o ultimo livro. Andando na rua um dia desses, ela presencia um assalto, e acaba vendo um rapaz caindo no chão e sua bolsa sendo levada pelo assaltante, ela fica meio sem reação, pega o celular para ligar para policia e ele simplesmente apaga novamente, e não tem ninguém para ajudar, e nesse momento aparece uma personagem, insistindo para ela ir até o rapaz e ajuda-lo, e assim Eva se aproxima, mesmo com o perigo do assaltante voltar, e quando ela olha o rapaz
caído no chão, perde o fôlego e lembra que ele é idêntico ao mocinho do seu livro, Enzo, e sua vida irá mudar completamente a partir desse choque. Eva continua congelada, perde o chão, e o rapaz acorda e pergunta onde ele está, e ela explica que ele foi assaltado e que caiu e bateu a cabeça, então ela pergunta: é você mesmo Enzo? Eva decide reler os livros, para ver se consegue se reconectar aos seus personagens e conseguir dar um final para história de Enzo.

A partir desse momento, tudo fica mais complicado, pois o ladrão levou a bolsa com os documentos do Rapaz e ele bateu a cabeça e esta com amnésia, e simplesmente não lembra quem é, e quando Eva diz que ele é Enzo, e que ela o conhece dos livros dela, logo ele acha que ela é louca e pede para ela se afastar dele.
Ela começa então a pensar como isso é possível, como poderia existir um cara estranho idêntico ao Enzo? Será que ela esta ficando louca? Indagado sobre isso, seu melhor amigo logo esclarece para ela, que todos esses acontecimentos só podem ser Magia. Enzo logo pede para chamar Eva e pede seus livros para ele ler, e ver se
recorda de algo, e essa trama vai se desenvolvendo de forma instigante e muito mágica, e vamos entrando na historia e ficando a cada pagina mais e mais encantado.
Os personagens são extremamente amáveis, Eva é bem engraçada, e muito carinhosa, Enzo é lindo e apesar da confusão consegue ser encantador, Thiago é um amigo excelente e apesar de cuidar da vida literária da amiga também se preocupa com o bem estar dela, e não suporta ver ela triste ou chateada por algo. A narrativa é em primeira pessoa, intercalando entre capítulos, e prende o leitor da primeira pagina à última.

Confira a sinopse e capa do livro:

bianca2

“Eva nasceu com o dom de passar todos os seus sentimentos para o papel, e com isso conquistou milhares de leitores pelo mundo. Agora, ela precisa escrever o último livro da sua série de fantasia, mas está com bloqueio criativo há um ano e não sabe o que fazer. Enquanto tenta se reconectar a seus personagens, a vida coloca em seu caminho um homem idêntico a um dos seus protagonistas. O problema é que o desconhecido surge sem nenhuma lembrança de quem ele é. Enzo está muito confuso. A princípio, ele duvida da conversa maluca de Eva. Mas mesmo com dificuldade em acreditar, ele não pode negar que se sente extremamente ligado a ela. Envolvidos por esse curioso e estranho mistério, Eva e Enzo estão prestes a descobrir que, às vezes, para que duas pessoas se encontrem, mundos inteiros são capazes de colidir.”

A autora:

bianca1

A autora Bianca Briones

Bianca Briones cria histórias desde antes de saber escrever. Foi uma menina sonhadora e manteve essa qualidade, o que a faz se perder em pensamentos com frequência. O romantismo explodiu em sua vida na adolescência, quando decidiu que seus filhos teriam nome de heróis. E tiveram — Athos e Arthur são dois garotos encantadores que a salvam todos os dias. Desde 2010, Bianca tem como prioridade a escrita e está sempre trabalhando em um novo projeto, enquanto outros personagens esperam pacientemente (ou nem tanto) que ela também escreva suas histórias. É autora da série Batidas Perdidas, de “As Fases da Lua” e de “Como se fosse magia”. Atualmente está trabalhando em um novo projeto, enquanto outros personagens esperam pacientemente (nem tanto) que ela também escreva suas histórias. Nas horas vagas, está sempre acompanhada de um bom livro, seus filhos Athos e Arthur; Max, o Husky Siberiano, e seus dois coelhinhos, Morgana e Lancelot.

O livro foi lançado pela Editora Gutenberg e vale a pena ler!
Por Keidma F.

A Menina da Neve: Conheça a história incrível do livro de Eowyn Ivey!

A Menina da Neve: Conheça a história incrível do livro de Eowyn Ivey!

Quando um livro te escolhe…

Tenho um gosto um tanto quanto peculiar de passear por livrarias todas às vezes que vou ao shopping e por obra do destino, tenho um ótimo acompanhante que incrivelmente tem essa mesma mania… Em uma dessas andanças, nos deparamos com um livro que parecia magicamente, nos chamar. Costumo ter uma concepção
de que os livros nos escolhem e dessa vez não foi diferente. Parecia arriscado confiar em um livro pela capa, no entanto, lendo a sinopse me vi bastante animada em
desvendar os mistérios que pareciam escondidos através daquelas páginas. O risco – quase sempre – vale a pena.
Sou carioca e apesar de suportar esse calor tropical, minha alma pertence à lugares frios e incrivelmente a história se passa no inverno rigoroso do Alasca, deixando ainda mais interessante a trama. A autora Eowyn Ivey mostrou, de fato, o porquê de ter sido finalista do prêmio Pultizer com seu enredo surpreendente e apaixonante.
“A Menina da Neve” conta a história de Mabel e Jack, um casal necessitado não só financeiramente como emocionalmente, que em suas solidões, desfrutam de momentos literalmente frios. Isso se deve ao fato de quando jovem, Mabel perder um filho e desde então, não conseguir gerar nada mais em seu ventre. O trauma vivido pelo casal há bastante tempo, nunca fora superado e sempre foi um penhasco entre a relação dos dois. Repentinamente, decidem juntos, fazer um boneco de neve em uma noite solitária e o que parecia simples, tornou-se denso no dia seguinte, quando as roupas que haviam colocado no boneco sumira, juntamente com todos os rastros feitos na noite anterior. O sumiço do até então boneco, trouxe à vida deles, uma menina e é aí que a magia do livro começa a ser revelada.
Havia um tempo que não lia nada tão cativante e ao mesmo tempo denso, quanto “A menina da Neve” e posso afirmar com toda certeza de que este é um livro diferente de tudo que já havia lido.

Confira a sinopse e capa do livro:

neve11

Do original ‘The Snow Child’ –
“Alasca, 1920: Um lugar especialmente difícil para os recém-chegados Jack e Mabel. Sem filhos, eles estão se afastando um do outro cada vez mais ele, no duro trabalho da fazenda, ela, se perdendo na solidão e no desespero. Em um dos raros momentos juntos durante a primeira nevasca da temporada, eles fazem uma criança de neve. Na manhã seguinte, ela simplesmente desaparece.
Jack e Mabel avistam uma menina loira correndo por entre as árvores, mas a criança não é comum. Ela caça com uma raposa- vermelha ao lado e, de alguma forma, consegue sobreviver sozinha no rigoroso inverno do Alasca.
Enquanto o casal se esforça para entendê-la uma criança que poderia ter saído das páginas de um conto de fadas , eles começam a amá-la como se ela fosse filha deles. No entanto, nesse lugar bonito e sombrio, as coisas raramente são como aparentam ser, e o que aprendem sobre essa misteriosa menina vai transformar a vida de todos eles.”

Trata-se não só de um drama com um toque de conto de fadas, inspirado em um conto Russo pouco conhecido, como também um convite à reflexão sobre nossa forma de enfrentar as tempestades de nossa vida, através de uma forma singela… Se você está procurando por uma história diferente e encontra-se disponível à entregar-se na densidade do universo que “A Menina da Neve vai te entregar, acredite: Esse livro te escolheu!

Por Rafaella Salles

Edição Eliz Assumpção

~M

CONHEÇA A INCRÍVEL HISTÓRIA DO LIVRO “PETER PAN TEM QUE MORRER” DO ESCRITOR JOHN VERDON!

CONHEÇA A INCRÍVEL HISTÓRIA DO LIVRO “PETER PAN TEM QUE MORRER” DO ESCRITOR JOHN VERDON!

“Um crime Chocante, um assassino infalível: um caso perfeito para o detetive David Gurney”.

Sou apaixonada por livros de mistérios, dramas, e ainda mais com enredo de tirar o fôlego de qualquer amante de uma boa literatura de investigação, policial e tramoias. E com certeza esse livro caprichou nesses aspectos.

Conheça a sinopse e capa:

 

 

 

verdon2

” Peter Pan Tem que Morrer traz de volta o detetive Dave Gurney, protagonista de Eu sei o que você está pensando, Feche bem os olhos e Não brinque com fogo.
Uma sofisticada trama de suspense que os aficionados por mistério adorarão tentar resolver. Com um enredo tenso, cheio de intrigas inimagináveis, Peter Pan tem que morrer desafia a inteligência do leitor até sua dramática e espantosa conclusão.”– Library Journal.

No mais tortuoso romance policial escrito por John Verdon, o especialista em mistérios David Gurney dedica sua mente brilhante à análise de um assassinato terrível que não pode ter sido cometido da forma como os investigadores responsáveis pelo caso afirmam que foi. Detetive aposentado do Departamento de Polícia de Nova York, ele precisa cumprir uma espinhosa tarefa: determinar a culpa ou a inocência de uma mulher condenada pela morte do próprio marido. Ao descascar as diversas camadas do caso, Dave logo se vê travando uma perigosa guerra de inteligência contra um investigador corrupto, um cordial e desconcertante chefe da máfia, uma jovem linda e sedutora e um assassino bizarro que tem a altura e os traços de uma criança – aparência que lhe rendeu o apelido de Peter Pan. A uma velocidade assombrosa, reviravoltas assustadoras começam a ocorrer e Dave é sugado com força cada vez maior para dentro de um dos casos mais sombrios de sua carreira.”

Aposentado, o detetive David Gurney, vive uma vida bem pacata junto a sua esposa, até que um antigo companheiro de trabalho leva para ele muitos documentos de uma investigação instigante e intrigante de um caso, e a tarefa dele é desvendar e revelar a verdade sobre um caso onde uma esposa é condenada pela morte do seu esposo Carl Spalter, um homem com uma grande ambição: se tornar governador, mas que sofreu uma atentado no enterro de sua própria mãe e morre tempo depois.
Conforme o detetive vai investigando, percebe que muitas outras pessoas fora a esposa, estaria também interessadas na morte de Carl, mas investigar um caso encerrado se torna uma tarefa, em que David precisa estar sempre à frente dos inimigos para conseguir sobreviver e chegar ao veredicto.
“Gurney já estava familiarizado com os aspectos básicos da topografia, da estrutura, dos ângulos e distâncias. Tudo isso fora documentado no dossiê do caso. Mas ver o prédio, e depois identificar a janela de onde a bala fatal foi disparada — em direção à área onde ele estava agora — tinha um efeito chocante. Era o efeito da realidade colidindo com a preconcepção. Uma experiência que ele tivera em incontáveis locais de crime. Era essa diferença entre uma imagem mental e o impacto sensorial verdadeiro que tornava tão importante estar ali”
Peter Pan quem te morrer é o quarto livro da serie do Detetive David Gurney, mas eu comecei por ele mesmo, e como todo romance policial, eles podem ser lidos em ordem aleatória, apesar de já sabermos quem é o assassino, ficamos mais e mais curiosos para descobrir quem foi o mandante do crime, e durante a leitura com certeza tive vários suspeitos, mas nenhuma suspeita se  concretizou.
“Há uma coisa interessante com os olhos, pensou Gurney. Eles contêm e refletem, mesmo com o esforço de esconder, o resumo emocional de tudo o que já viram.”

 

 

Sobre o autor:

 

verdon1

John Verdon ocupou vários cargos executivos em agências publicitárias de Manhattan, mas, como seu protagonista, transferiu-se com a esposa para a região rural no norte do estado de Nova York.

Outros livros do autor:

Eu sei o que você está pensando – 2011

Feche bem os olhos – 2012

Não brinque com fogo – 2013

Peter Pan tem que morrer – 2015

Apesar de não conhecer os outros livros,  já desde o inicio é possível notar que David Gurney é um personagem completo e muito humano, com seus medos e dramas reais. O que mais gostei da escrita do autor é que o livro não se resolve simplesmente sozinho, ele narra todos os passos do protagonista com muitos detalhes. Fiquei bem curiosa para ler os outros livros desse detetive, pois a leitura  me prendeu do inicio ao fim. Sem contar com o capricho da edição, com uma capa linda, um livro que com certeza eu compraria pela capa, evidenciando bem o nome do autor, e com tons lindos. Com certeza mais um livro favorito.
Recomendado!

Por Keidma
Edição ~M

Conheça a incrível história do livro “Dez Mil Céus Sobre Você”, da trilogia Firebird, da escritora Claudia Gray!

Conheça a incrível história do livro “Dez Mil Céus Sobre Você”, da trilogia Firebird, da escritora Claudia Gray!

“Uma mistura de Fringe com “Mundos Opostos”, muita aventura, romance e mistérios. A trilogia Firebird levará você para outros mundos!”

Não sei vocês, mas sempre fui fascinado pela teoria da relatividade de Einstein. A possibilidade da existência de outros mundos, outras versões de você em dimensões paralelas é incrível. E se você gosta do assunto, com certeza, a trilogia Firebird, da autora Claudia Gray, é pra você.
Ano passado, li o primeiro livro desta série, Mil Pedaços de Você, e fiquei simplesmente apaixonado quando terminei o livro. Completamente desesperado para ler o próximo livro. Mil Pedaços de Você definitivamente não decepcionou e é um livro intenso, tanto que eu estava basicamente na ponta da cadeira, quase caindo, o tempo todo da leitura.

Conheça a sinopse e capa:

Dez-Mil-Céus-Sobre-Você

“Marguerite Caine fez o impossível, viajando por dimensões alternativas com o Firebird — uma invenção brilhante criada por seus pais, seu namorado, Paul, e o amigo da família,Theo. Mas ela também chamou a atenção de inimigos poderosos, dispostos a seqüestrar, chantagear e até matar para usar os poderes do Firebird para propósitos escusos. Quando a alma de Paul é dividida em quatro fragmentos — que se encontram presos dentro de Pauls em outras dimensões —, Marguerite fará qualquer coisa e irá a qualquer lugar para salvá-lo. Mas o preço de seu retorno em segurança é alto. Se ela não sabotar os próprios pais em múltiplos universos, Paul vai continuar perdido para sempre. Mas Marguerite acredita que é possível salvar seu amor sem sacrificar a família, e para isso pede a ajuda do brilhante Theo. Os dois criam um plano para recuperar Paul e o Firebird, mas para que ele dê certo eles precisarão superar um concorrente genial e vão colocar em risco não só sua vida mas também a de todas as versões de si mesmos em várias dimensões. Desta vez a missão leva os dois aos universos mais perigosos até então: uma São Francisco dividida pela guerra, o submundo do crime de Nova York e uma Paris iluminada onde a outra Marguerite esconde um segredo chocante. Cada salto deixa Marguerite mais perto de salvar Paul — mas sua jornada revela verdades sombrias que fazem com que duvide da única constante que encontrou em todos os mundos: o amor que sentem um pelo outro.”

Dez Mil Céus Sobre Você começa exatamente onde o primeiro livro terminou e somos rapidamente jogados de volta ao mundo Firebird. Marguerite está, finalmente, reunida com sua família. Mas as coisas não ficam perfeitas por muito tempo, porque a mega corporação Triad, liderada por Wyatt Conley, vem e estraga tudo. E nossa heroína encontra-se, mais uma vez, viajando através das dimensões. Dessa vez com duas missões: encontrar uma cura para seu amigo Theo Beck e encontrar seu amado Paul Markov, cuja consciência foi dividida em quatro pedaços e espalhada por quatro dimensões diferentes.
Por vezes, histórias que abordam a temática de universo paralelo podem ficar confusas, mas Claudia Gray a mantém simples por ter apenas três regras principais:

1° regra – As personagens só podem viajar para dimensões em que outro “eu” seu exista. Se você não existe em uma das dimensões, ela se torna inacessível para você.

2° regra – Viajar através de dimensões paralelas não é como viajar no tempo, por isso, se você estiver viajando através de uma dimensão em 2015, você vai pousar em uma dimensão que também existe em 2015 (certos mundos, no entanto, pode ser mais ou menos desenvolvidos do que outros. Quem assistiu Fringe se lembra que na outra dimensão as torres gêmeas de NY não tinham sofrido atentado e o balão dirigível ainda era um meio de transporte usado).

3° regra – Ao menos que você seja um “viajante perfeito”, como Marguerite, você vai precisar usar a função de “lembretes” Firebird, de modo que sua consciência não adormeça dentro do corpo do seu outro eu. (Prometo que isso faz muito mais sentido no contexto da série e é super fácil de seguir).

Uma coisa que eu amo sobre esta série é que as personagens principais, Marguerite, Theo e Paul, estão em constante desenvolvimento de caráter o que torna a série mais completa. Senti que as personagens fortes e fracas foram muito mais desenvolvidas e aprofundadas neste livro do que no primeiro. Neste livro, Marguerite abraçou plenamente suas habilidades de viajante perfeita de universos paralelos e viaja com confiança de um mundo para outro, criando até pequenas regras para se ambientar na nova realidade e tentar não interferir ao máximo na vida da Marguerite que ela está usando o corpo. Além disso, ela não tem medo de questionar as crenças de longa data, especialmente sobre o papel do destino em mundos paralelos, e realmente aprende a tomar as rédeas de sua própria vida, fazendo suas próprias escolhas.
Theo, por outro lado, tenta romper com a reputação que foi construída pelo faux Theo no outro livro. Já o casal #Maraul (Marguerite + Paul <3 ) é mais ausente neste livro, em vista que Paul foi estilhaçado, e com isso podemos observar que o destino dos dois poderia ter sido muito diferente, assim como em outras dimensões.
O livro é repleto de revelações e nele muitos pontos abordados no outro livro são ligados. Finalmente começamos a aprender mais sobre a Triad e também sobre as “Marguerites” em outros mundos. Este livro é definitivamente uma leitura tensa, que vai deixar você comendo as unhas de tanta ansiedade! Este livro toma rumos bem mais obscuros que o primeiro e as coisas ficam muito mais intensas quando Marguerite aprende o que está realmente em jogo. O fim de Dez Mil Céus Sobre Você culmina em um clímax de pura angústia e com um cliffhanger absurdo, que vai deixar você de cabelos em pé!
Este livro foi uma leitura bem tensa, mas incrivelmente divertida. O close é certíssimo! Então se você curte histórias sobre dimensões paralelas, mundos com possibilidades diferentes e quer ler uma complexa série que aborda questões sobre famílias, amor e sorte, eu definitivamente recomendo botar “Dez Mil Céus Sobre Você” na sua wishlist. O livro foi lançado no Brasil pela Editora Agir Now – Haper Collins Brasil.
Escala cliffhanger: 5/5 penhasquinhos.

Por Mr. Cliffhanger.

Conheça um pouco mais sobre o livro “Primeiro e Único” de Emily Giffin!

Conheça um pouco mais sobre o livro “Primeiro e Único” de Emily Giffin!

O livro tem uma receita improvável: romance e esporte. Com esses ingredientes, a autora Emily Giffin faz uma mistura inusitada onde uma protagonista feminina vive uma trama em meio a uma cidade universitária que gira em torno do futebol americano, esporte essencialmente masculino. Assim acontece com Shea, que cresce nessa cidade, cercada pelas regras do futebol, influenciada pelo treinador Carr.  Não tem ambição de se mudar, quer realizar os seus sonhos nesta cidade, motivada pela família que sempre a acolheu e pelo pai de sua melhor amiga. Assim quando teve que escolher, não teve dúvidas, escolheu a Walker, pelo amor ao esporte. Após uma perda na família de Lucy, sua melhor amiga, Shea consegue um emprego como repórter, através da influência do treinador Carr. A partir daí, percebe o quanto poderia estar acomodada, inclusive na sua vida sentimental e aí que resolve mudar, mas onde isso poderia levá-la? Ao passo que como repórter, consegue acompanhar todos os jogos e estar mais próxima do treinador, o seu olhar muda. Por outro lado, o seu relacionamento com um jogador de destaque fica mais sério,  deixando a protagonista confusa e dividida. A partir daí a autora desenvolve um enredo muito louco, que percorre todo um caminho que pode surpreender o leitor.

Para quem gosta de esporte, é uma boa leitura, mas para os que gostam de romance, a trama do livro pode agradar também. O ponto discutível são as muitas citações de regras do futebol americano, que podem exaurir o leitor que não é fã de esporte, mas por outro lado podem conquistar o universo masculino, que evita romances.
Emily já é conhecida por sempre costurar relações pessoais, às vezes polêmicas, mas que costumam agradar os leitores. Vale a pena conferir a história, só não há como liberar mais detalhes sem spoiller (…difícil!), pois cada detalhe importante da história pode revelar o seu destino final. O livro foi lançado pela Editora Novo Conceito.

Confira a capa:
emily1

 

Sinopse:

 

 

“Shea tem 33 anos e passou toda a sua vida em uma cidadezinha universitária que vive em função do futebol americano. Criada junto com sua melhor amigas, Lucy, filha do lendário treinador Clive Carr, Shea nunca teve coragem de deixar sua terra natal. Acabou cursando a universidade, onde conseguiu um emprego no departamento atlético e passa todos os dias junto do treinador e já está no mesmo cargo há mais de dez anos.
Quando finalmente abre mão da segurança e decide trilhar um caminho desconhecido, Shea descobre novas verdades sobre pessoas e fatos e essa situação a obriga a confrontar seus desejos mais profundos, seus medos e segredos. A aclamada autora de Questões do Coração e Presentes da Vida criou uma história extraordinária sobre amor e lealdade e sobre uma heroína não convencional que luta para conciliá-los.”

 

 

 

Sobre a autora:

 

 

Emily-Giffin-One-Only-Interview-Video

A autora Emily Giffin

Emily Giffin além de escritora, é advogada, formada pela Wake Forest University, mas sempre gostou de escrever. Seus romances bem escritos e relacionados à vida moderna são garantia de diversão. A autora best-seller pelo The New York Times vive com o marido e três filhos em Atlanta, nos Estados Unidos. Além de ‘Primeiro e Único’ autora dos livros ‘O Noivo da Minha Melhor Amiga’ (adaptado para o cinema), Presentes da Vida, Ame o Que É Seu, Uma Prova de Amor, Questões do Coração, Laços Inseparáveis e outros.

Por ~M

‘Tudo e Todas as Coisas': saiba mais sobre esse livro incrível de Nicola Yoon!

‘Tudo e Todas as Coisas': saiba mais sobre esse livro incrível de Nicola Yoon!

  Esse é um livro de estreia, de uma autora que promete, pois tem um estilo inconfundível, uma narrativa forte, leve e fluída. Do original ‘Everything, Everything’, não é um romance como os outros, tem uma história bem amarrada, com surpresas e fatos surpreendentes que recheiam uma história simples, mas que trata problemas graves com muita leveza.
Madeline é uma adolescente de 17 anos nada típica, ela não vive o cotidiano normal de um jovem de sua idade, isto porque ela não conhece o mundo fora de sua casa. Devido a um episódio alérgico grave na infância, Maddy se tornou uma alérgica de gatilho, sendo sensível a tudo e a todos os agentes do mundo exterior. Ela conhece o mundo através dos livros, é uma leitora voraz e apesar de sua pouca idade, leu muito mais que a maioria das pessoas, o que a faz ter um conhecimento teórico da vida. Maddy estuda através da internet, com professores online e a sua única brecha real com o mundo é através da janela de seu quarto, cercada de assepsia absoluta, apenas na companhia de sua enfermeira e mãe.
Mas a sua rotina é quebrada com a chegada de novos vizinhos, pois uma nova família se muda para a casa ao lado. Movida pela curiosidade, Maddy descobre que tem dois jovens como vizinhos, Kara e Olly, que lhe interessa logo de início. A protagonista investiga de sua janela cada passo família, especialmente de Olly, até que inicia um contato com ele pela internet e começam a conversar. O que se inicia despretensiosamente, aos poucos se torna uma necessidade e desperta a paixão em Maddy. Mas existe um grande obstáculo: ela é alérgica a tudo e qualquer coisa pode levá-la à morte. Maddy é alérgica a tudo, menos ao amor!
A personagem principal tinha tudo para ser fraca, dependente, deprimida ou triste, mas não é, ela é uma jovem surpreendente, forte e muito especial.  O livro foi lançado pela Editora Novo Conceito, além de ser uma história incrível, a capa é lindíssima, portanto  vale a pena conhecer essa história!

 

Confira a capa do livro:

 

tudo-e-todas-as-coisas-livro-capa-novo-conceito

 

 

Sinopse:

 

“Minha doença é tão rara quanto famosa. Basicamente, sou alérgica ao mundo. Qualquer coisa pode desencadear uma série de alergias. Não saio de casa. Nunca saí em toda minha vida. As únicas pessoas que já vi foram minha mãe e minha enfermeira, Carla. Eu estava acostumada com minha vida até o dia que ele chegou. Olho pela minha janela para o caminhão de mudança, e então o vejo. Ele é alto, magro e está vestindo preto da cabeça aos pés. Seus olhos são de um azul como o oceano. Ele me pega olhando-o e me encara. Olho de volta. Descubro que seu nome é Olly. Talvez eu não possa prever o futuro, mas posso prever algumas coisas. Por exemplo, estou certa de que vou me apaixonar por Olly. E é quase certo que será um desastre.”

 

 

Sobre a autora:

 

 

 

nick

A autora Nicola Yoon

 

Nicola Yoon cresceu em uma ilha na Jamaica e passou parte de sua vida no Brooklyn, em NY. Ela atualmente reside em Los Angeles, Califórnia, com o marido e a filha. Seu primeiro romance – Tudo e Todas as Coisas- estreou em 1º  lugar na lista de Bestsellers do New York Times. Seu segundo romance , chamado ‘O Sol Também é Uma Estrela’, foi publicado nos USA em 2016.

 

Recomendamos!

 

Por ~M

Conheça “Neve na Primavera”, uma história emocionante da autora Sarah Jio!

Conheça “Neve na Primavera”, uma história emocionante da autora Sarah Jio!

   Depois de ‘Violetas de Março’, a autora Sarah Jio continua encantando os leitores com sua sensibilidade e emoção à flor da pele. Trata-se de ‘Neve na Primavera’, uma obra memorável, que fala de mulheres fortes, com histórias de superação, mas permeadas de sutileza. O livro inicia a narrativa em 1933, contando a história da personagem Vera Ray, que se conecta no presente, com a história da personagem Claire, uma jornalista que trabalha em um grande jornal de Seattle, que tem a missão de realizar a cobertura jornalística de uma nevasca fora da época. Claire então, conhece a triste história de Vera Ray, que era mãe solteira de Daniel, de 3 anos (que havia desaparecido no fenômeno idêntico ocorrido há décadas). Vera trabalhava como camareira em um hotel luxuoso e teve que se deslocar ao trabalho, deixando o filho só em casa.

   Com a tempestade de neve inesperada, um desastre acontece e o filho de Vera desaparece, dando início a uma busca desesperada. Na narrativa atual, Claire é uma personagem marcada por traumas, inclusive em seu casamento, que é surpreendida no mês de maio, em plena primavera, com uma nevasca, um fenômeno raro, tendo recebido uma pauta jornalística de seu editor para fazer a cobertura desse fenômeno. Este acontecimento a remete ao último episódio ocorrido, fazendo- a conhecer a história de Vera. Claire realiza pesquisas e conhece a história de Daniel, o filho de Vera, desaparecido na nevasca e resolve encontrá-lo. A narrativa do livro é envolvente, se alternando entre o passado e o presente, interligando os fatos e personagens, a protagonista em suas pesquisa, busca a verdade sobre o paradeiro misterioso de Daniel, ao passo que mostra a luta de Vera para encontrar o filho. Essa busca de Vera, inspira Claire a desvendar os fatos e dá sentido à sua vida, ajudando- a com sua própria forma de lidar com suas lutas pessoais e superar os seus traumas.

   O livro fala de personagens fortes, sobre a maternidade e as dificuldades que ambas personagens tem, em suas trajetórias, tudo com muita leveza e sensibilidade. É um livro surpreendente e desvenda os mistérios, deixando o leitor satisfeito no final!

Confira a capa do livro:

neve-na-primavera_capa4_1.jpg.1000x1353_q85_crop

Sinopse:

“SEATTLE, 1933. Vera Ray dá um beijo no pequeno Daniel e, mesmo contrariada, sai para trabalhar. Ela odeia o turno da noite, mas o emprego de camareira no hotel garante o sustento de seu filho. Na manhã seguinte, o dia 2 de maio, uma nevasca desaba sobre a cidade.
Vera se apressa para chegar em casa antes de Daniel acordar, mas encontra vazia a cama do menino. O ursinho de pelúcia está jogado na rua, esquecido sobre a neve. Na Seattle do nosso tempo, a repórter Claire Aldridge é despertada por uma tempestade de neve fora de época. O dia é 2 de maio. Designada para escrever sobre esse fenômeno, que acontece pela segunda vez em setenta anos, Claire se interessa pelo caso do desaparecimento de Daniel Ray, que permanece sem solução, e promete a si mesma chegar à verdade. Ela descobrirá, também, que está mais próxima de Vera do que imaginava.”

 

A autora:

 

Sarah_Jio2

A autora Sarah Jio

Sarah Jio além de escritora, é jornalista e já trabalhou para grandes revistas. Atualmente, é blogueira de um site relacionado à saúde e bem-estar, chamado ‘Vitamin G’. A autora reside em Seattle, com o marido e os três filhos e Paisley, um cão  da raça golden retriever. Além de ‘Neve na Primavera’, Sarah é autora de ‘As Violetas de Março’, ‘O Bangalô’ e ‘A Última Camélia’, que foram lançados no Brasil pela Editora Novo Conceito .

 

Recomendamos!

Por ~M

CONHEÇA “DEPOIS DE VOCÊ”, A SEQUÊNCIA DO LIVRO “COMO EU ERA ANTES DE VOCÊ” DE  JOJO MOYES!

CONHEÇA “DEPOIS DE VOCÊ”, A SEQUÊNCIA DO LIVRO “COMO EU ERA ANTES DE VOCÊ” DE JOJO MOYES!

Jojo Moyes emocionou mais de cinco milhões de pessoas em todo o mundo com a surpreendente história “Como eu era antes de você”. Neste ano a autora lançou a continuação da obra, para a alegria de seus fãs: “Depois de Você” promete arrancar ainda mais lágrimas dos leitores. Famosa por suas histórias dramáticas, mais uma vez a autora nos traz uma história emocionante, fiel às emoções contidas no primeiro. O livro tem um toque nostálgico e faz o leitor sofrer e sorrir junto com a personagem.

 

“Moyes, como David Nicholls, possui o talento invejável de fazer o leitor rir diante das circunstâncias mais tristes. ” The Guardian

 

Não vamos contar muito do enredo, até porque a sinopse deste livro dá um baita spoiler do primeiro e, cá pra nós, depressão só se for aquela de tanto ler. Nada de soltar o terror dos leitores por aqui! Hahahaha!
Resumindo, na sequencia de “Como eu era antes de você”, Lou volta a trabalhar como garçonete e, após um grave acidente, e retorna para a casa de seus pais. Diante das muitas surpresas e obstáculos com os quais se depara em sua vida, Lou entra para um grupo de terapia, a fim de dar um rumo em sua própria história.

 

Confira a capa e sinopse do livro:

 

depois

“Quando uma história termina, outra tem que começar.
Com mais de 5 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo, Como eu era antes de você conta a história do relacionamento entre Will Traynor e Louisa Clark, cujo fim trágico deixou de coração apertado os milhares de fãs da autora Jojo Moyes.
Em Depois de você, Lou ainda não superou a perda de Will. Morando em um flat em Londres, ela trabalha como garçonete em um pub no aeroporto. Certo dia, após beber muito, Lou cai do terraço. O terrível acidente a obriga voltar para a casa de sua família, mas também a permite conhecer Sam Fielding, um paramédico cujo trabalho é lidar com a vida e a morte, a única pessoa que parece capaz de compreendê-la.
Ao se recuperar, Lou sabe que precisa dar uma guinada na própria história e acaba entrando para um grupo de terapia de luto. Os membros compartilham sabedoria, risadas, frustrações e biscoitos horrorosos, além de a incentivarem a investir em Sam. Tudo parece começar a se encaixar, quando alguém do passado de Will surge e atrapalha os planos de Lou, levando-a a um futuro totalmente diferente.”

Leia um trecho do livro AQUI.

 

 

A Autora

 

 

 

jojo

Jojo Moyes nasceu em 1969 e cresceu em Londres. Estudou jornalismo e foi correspondente do jornal The Independent por 10 anos. Publicou seu primeiro livro em 2002, e desde então se dedica integralmente à carreira de escritora.

 

Por Dora

Edição ~M

‘Caçadora de Tempestades': Conheça esse thriller incrível de Jennifer Bosworth!

‘Caçadora de Tempestades': Conheça esse thriller incrível de Jennifer Bosworth!

‘Caçadora de Tempestades’ foi uma grata surpresa. Admito que achei o prólogo um tanto confuso mas segui em frente e fui surpreendido. A escrita de Jennifer é fluida e prazerosa de se ler. Um dos pontos que me atraiu no livro foi a diagramação impecável e a fonte presente no título, que apresenta um rosa vibrante como cor de fundo.  Devo ressaltar também que gostei bastante da construção da personagem principal e enaltecer a criatividade de Jennifer na elaboração de certos aspectos da história. Já um dos aspectos negativos do livro é algo físico, o tamanho da fonte é bem pequeno o que atrapalha um pouco a minha leitura.
Mia Pierce é a protagonista. Uma protagonista um tanto diferente. Ela literalmente caça raios, onde há uma tempestade ela está por lá em busca de raios. Se já não bastasse isso, Mia vive em uma Los Angeles pós desastre natural, um grande terremoto fora de época acometeu a cidade que se tornou um grande local quase anárquico e abandonado pelas autoridades externas. As ruas, repletas de desalojados, não eram mais seguras. A internet, escassa, o mesmo acontecia com as linhas telefônicas, água e o fornecimento de energia elétrica. Logo nos primeiros capítulos, Mia e seu irmão Parker, tem de retornar à escola, mas para isso precisam deixar a mãe sozinha, mãe essa marcada pelo terremoto física e psicologicamente. Dali para frente vários acontecimentos complicados aparecem e escolhas difíceis devem ser tomadas. O livro é eletrizante e envolvente. Recomendaria a todos que apreciam leituras de distopias cheias de ação.

Confira a capa e sinopse:

caça

“Mia Pierce é viciada em raios. Já sobreviveu a inúmeros choques, mas seu desejo de receber a energia liberada durante tempestades coloca em risco sua vida e a de todos ao seu redor.Los Angeles, onde raramente há tempestades, é um dos poucos lugares em que Mia se sente segura. Mas quando um terremoto destrói a cidade, seu porto-seguro é transformado em um campo minado de caos e perigos. Neste cenário aterrador, dois grupos antagônicos se formam, e ambos vêem Mia como a chave para as profecias de uma tempestade ainda maior que está por vir.Mia quer confiar no enigmático Jeremy, que prometeu protegê-la, mas teme que ele não seja quem diz ser. No fim, o poder e a paixão que os aproximou pode ser o que vai colocar tudo a perder. Agora Mia precisa aprender a utilizar seus poderes, ou então pode acabar perdendo tudo o que ama.”

Confira o booktrailer do livro:

Sobre a autora:

JennBos_Author_photo2012_4

A escritora e roteirista Jennifer Bosworth

Jennifer Bosworth é escritora e roteirista, cresceu em uma cidade pequena, onde não havia nada a fazer a não ser ler e entrar em apuros. Ela fez muito de ambos, o que a levou a uma carreira escrevendo sobre pessoas que ficam em apuros. Jennifer e seu marido recentemente “escaparam” de Los Angeles e agora estão se escondendo em Portland, Oregon com um casal de cães. No seu tempo livre, ela pode ser encontrada assistindo filmes de terror e que sonha em começar sua própria comunidade hippie, onde haverá muitas cabras.

Por Matheus Lisboa

 

O livro foi lançado no Brasil pela Editora Agir Now e nós recomendamos!
Edição por ~M